Terça, 27 de Outubro de 2020 05:48
32 999532355
Saúde Outubro Rosa vem aí

São João del-Rei: Mamógrafo público continua quebrado há mais de um ano

Secretário de Saúde fala sobre o conserto do aparelho próximo do mês dedicado à prevenção do câncer de mama - Outubro Rosa. Parlamentar comenta o caso.

25/09/2020 14h57 Atualizada há 4 semanas
512
Por: João P. Sacramento
São João del-Rei: Mamógrafo público continua quebrado há mais de um ano. Foto: Internet
São João del-Rei: Mamógrafo público continua quebrado há mais de um ano. Foto: Internet

No dia 08 de Outubro de 2019, o portal Mais Vertentes divulgou a seguinte notícia: “Prefeitura de SJDR realiza novamente campanha do Outubro Rosa com mamógrafo quebrado”. Na época, o Secretário de Saúde do município, José Marcos Ferreira de Andrade, disse à rádio São João, que as peças para o conserto do equipamento já haviam sido compradas e, ainda segundo ele, “dentro de dez dias o mamógrafo já estará funcionando normalmente”, prometeu. 

Quase um ano depois e a situação continua a mesma. Na última terça (22), a moradora do bairro do Tijuco, em São João del-Rei, Zélia Santos, usou as redes sociais para reclamar por não ter conseguido marcar um exame de mamografia no Centro Viva Vida Cid Souza Rangel. Segundo Zélia, "foi informado que o mamógrafo está parado desde o começo do ano".

Zélia Santos, moradora. Foto: Redes Sociais

Em conversa com o Mais Vertentes, Zélia comenta sobre a situação do mamógrafo, que se arrasta há mais de um ano, e diz que “a gente não confia nem mais no resultado”. Segundo Zélia, essa questão não é tratada com prioridade, pois “mamógrafo não dá voto”.

Para a moradora, a culpa do mamógrafo estar desativado há mais de um ano é da população. Para ela, “quando nos deparamos com as negativas, naquilo que tange os nossos direitos, nós estamos dando a oportunidade para a máquina pública trabalhar contra nós”, conclui.

Zélia ainda aponta, que é  trabalho dos vereadores fiscalizar essa situação. “Existem dinheiro para várias outras coisas, por quê não foi comprado um mamógrafo novo?”, questiona. Para ela, falta representatividade de mulheres na Câmara que, atualmente, conta com apenas uma vereadora.

 

Lívia Guimarães (PT),  única mulher na Câmara Municipal de SJDR e ainda sofre preconceito. Foto: Redes Sociais

O portal Mais Vertentes procurou a vereadora Lívia Guimarães, à única mulher no Legislativo municipal, para comentar sobre o mamógrafo. Segundo Lívia, “esse é mais um dos absurdos que enfrentamos nesta cidade. É um exemplo claro do descaso que a administração atual dá para a saúde das mulheres, da população. É um exemplo significativo do tanto que a prefeitura menospreza doenças como o câncer de mama, que é o segundo tipo de câncer que mais afeta mulheres no mundo”.

A vereadora, comenta ainda que “todos os dias recebo relatos de mulheres que procuram o Viva Vida para agendar o exame de mamografia e são informadas que o aparelho parou de funcionar para manutenção e que não tem nem uma previsão de quando ele voltará a funcionar”.

Lívia avalia que  “a saúde da mulher é sempre uma questão deixada de lado em todas as administrações em todos os âmbitos. A mulher não se resume a exame de mama e colo de útero, tem que se investir na saúde da mulher como um todo, inclusive a saúde mental”, e ainda expõe que, mesmo esses exames básicos, como mama e preventivo, a mulher sempre encontra dificuldade.

“Pelo que sei, o mamógrafo é uma parceria entre o governo do estado e a prefeitura. Se não foi consertado até hoje isso mostra a falta de vontade política dos dois governos, municipal e estadual” concluiu. 

Questionada se o assunto do mamógrafo estragado já havia sido discutido na reunião da Câmara, Lívia diz que foi tratado “bem superficialmente”. “Assuntos importantes como este, mesmo quando falado por mim, passam despercebidos pela grande maioria dos vereadores”, lamenta a edil. “A Câmara Municipal, principalmente a base do prefeito,  muitas das vezes se restringe a assuntos como asfalto, demandas que foram feitas e assuntos afins”, completa Lívia. Sobre isso, a moradora Zélia comenta que “o maior patrimônio da humanidade não são pedras e nem tijolos. O maior patrimônio da humanidade se chama Ser  Humano”.

Para a moradora, falta um protesto que chame a atenção das autoridades e da população. “Na minha opinião, deveríamos sair com balões negros e o sutiã no lugar de uma bandeira. O sutiã vazio seria nossa bandeira”, recomenda.

Centro Viva Vida São João del-Rei. Foto: Internet

O que diz a Secretaria Municipal de Saúde?

Procurado pelo Mais Vertentes, o secretário municipal de Saúde, José Marcos de Andrade, afirmou que “já está vindo um técnico especializado de São Paulo para arrumar”. O secretário ainda afirma que está fazendo todo esforço para que o mamógrafo esteja consertado antes do Outubro Rosa.

José Marcos ainda falou que, para o futuro, ele aguarda uma verba para fazer a troca do mamógrafo, por outro novo. “A compra do mamógrafo leva de 70 a 90 dias para ser entregue. Então têm que arrumar aquele lá até chegue o recurso para o outro”, afirmou.

Entramos em contato com o Centro Viva Vida de SJDR, mas eles preferiram não se manifestar. A médica responsável pela mastologia do Centro Viva Vida, Dra. Nicole M. Rangel, também foi procurada e afirmou que continua atendendo no local e que os pedidos de mamografia estão sendo encaminhados para a Santa Casa de Misericórdia, a qual a Prefeitura têm uma parceria.

Zélia Santos disse que, em momento algum, foi encaminhada, ou mencionaram que a encaminhariam, para realizar o exame na Santa Casa. Segundo ela, eles apenas disseram que não tinham como realizar o exame solicitado. 

A importância do Outubro Rosa

O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

   A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990.

   Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. O Brasil adotou a data em 2002, mas ainda caminha a passos lentos.

Para Lívia, a importância do Outubro Rosa está no debate do tema. “O Outubro Rosa tem essa importância, é um momento que gera debates em torno do câncer de mama. E isso gera consciência entre a população, desmistifica essa doença e também chama a atenção para a necessidade de políticas públicas sérias direcionadas para, não somente a saúde da mulher, da sociedade”.

Sobre o fato da Prefeitura fazer ações no Outubro Rosa, a vereadora comenta que“é uma incoerência sem tamanho”. “Do que adianta a prefeitura promover, por exemplo, a importância da prevenção ao câncer de mama e o Viva a Vida estar com um equipamento tão importante como o mamógrafo parado, sem previsão para voltar a funcionar?” questiona. Lívia ainda lembra que a preocupação da saúde da mulher deve acontecer o ano todo.

Câncer de Mama em Homens

Durante a entrevista, a vereadora Lívia ainda aponta um fato que chama atenção: “E não podemos nos esquecer que, ao contrário do que muitos pensam, esse mal afeta  aos homens também, em menor escala, mas afeta”. Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer) “O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença”.

A idade é um importante fator de risco para o Câncer de Mama para os homens, pois o risco da doença aumenta com o envelhecimento. Geralmente o diagnóstico é feito por volta dos 72 anos. Além disso, existe ainda uma síndrome congênita em homens, chamada Síndrome de Kleinefelter, que aumenta o risco de 20 a 60 vezes.

“Os homens precisam, de vez em quando, se colocar nos lugares das mulheres que estão bem próxima deles, para que eles observem como é o caminhar de uma mulher e fazer com que haja alguma movimentação a favor das mesmas”, aponta a moradora Zélia sobre o apoio dos homens nas lutas pelos direitos das mulheres.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São João del Rei - MG

São João del Rei - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias de São João del Rei - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 05h40 - Fonte: Climatempo
13°
Poucas nuvens

Mín. 13° Máx. 27°

13° Sensação
17.1 km/h Vento
96% Umidade do ar
67% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (28/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 29°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (29/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias