Quinta, 22 de Outubro de 2020 02:38
32 999532355
Cidades Damae

"População tomando mais banhos e lavando mais as mãos" são motivos para a falta de água no município, diz representante do Damae

Representante do Damae, Claret de Almeida, fez comentário polêmico sobre “excesso de banhos” e calor serem alguns dos motivos para a falta de água. Ele também criticou novos bairros pela alta demanda e, segundo ele, a captação continua a mesma de "30 e 50 anos!"

08/10/2020 17h18
829
Por: Thais Marques
Claret durante sua participação na reunião ordinária da Câmara Municipal de SJDR nesta terça (06)
Claret durante sua participação na reunião ordinária da Câmara Municipal de SJDR nesta terça (06)

Na reunião ordinária realizada nesta terça-feira (06), na Câmara Municipal de São João del-Rei, o controlador interno do Damae, Claret de Almeida, fez esclarecimentos acerca do Projeto 7536 que "Autoriza a transferência de recursos financeiros para o Damae e dá outras providências". 

 

Claret inicia sua fala dizendo que sua presença na Casa não seria necessária, pois tudo está no site do Damae. Dentre vários questionamentos dos vereadores, uma fala de Claret sobre a falta de água em vários bairros do município chamou a atenção e circulou de forma negativa nas redes sociais. O representante da autarquia deu a entender que por causa do excesso de banhos e de higienização da população durante a pandemia, fora o calor, deu-se a falta de água em algumas regiões da cidade e dos distritos.

 

Questionado pelo vereador Prof. Leonardo (PSDB) sobre existência de algum projeto, ou se algum está em vigor, sobre a falta de água no bairro Vila João Lombardi e o distrito do Rio das Mortes, Claret responde que na Vila João Lombardi, apesar de estarem “tomando um coro” para resolver os vazamentos, o pessoal “está todo lá”. Quanto ao distrito do Rio das Mortes, Claret diz ter recebido um abaixo assinado com 500 assinaturas dos moradores sobre a água ter acabado no distrito. “Não tem onde tirar a água para abastecer. Então o que eu tenho que fazer? Furar outro poço artesiano! E isso eu tô prometendo pro senhor. Sexta-feira vocês vão lá pra ver se a máquina tá furando o poço artesiano ou não! E tô furando esse poço artesiano com dispensa de licitação, por que eu não tenho tempo de licitar mais”, diz Claret.

 

Sobre a falta de água, Claret questionou o comportamento da população durante a pandemia. “Até vou falar um negócio, parece que é falta de respeito às pessoas, mas não. Eu quero que o senhor entenda o seguinte: essa Covid… Eu conheço gente que nunca tomou banho e tá tomando três banhos por dia. Conheço gente que nunca lavou a mão e tá lavando 10 vezes por dia. E sem contar esse calor terrível”, disse. Claret também diz que os mananciais do Damae são os mesmos. “Aonde você tirava água há 30 anos, 50 anos atrás para abastecer a Vila Marchetti; da Vila Marchetti dava-se um pulo para Caieira; e é a mesma água que hoje passa ali e que no meio do caminho encontra um bairro que chama Vila Belizário, com milhões e milhões de casas. Eu sei que o pessoal cobra, a situação do Damae é dificílima, eu nunca menti para os outros”, afirma. 

 

Para o Mais Vertentes, a vereadora Lívia Guimarães (PT) diz que a sensação que ela tem é que toda vez que alguém do Damae ocupa a tribuna da Câmara mais confunde do que explica. “A principal questão era a falta de água em vários pontos da cidade, mas além de não ouvirmos explicações sobre os motivos ouvimos um show de horrores e acusações de que a falta de água é porque a população gasta com excesso de banhos e higienização. O que o Sr. Claret esqueceu foi que estamos em uma pandemia e que a orientação é exatamente que a população reforce os cuidados com a higiene. Foi uma falta de respeito colocar a culpa da incompetência da gestão do Damae na população diz Lívia.



Dezenas de pessoas se pronunciaram pelas redes sociais. “Que vergonha, esse senhor falando de banho e lavagem de mãos das pessoas. Se compramos a água, estamos pagando bem e temos o direito de utilizar a água da maneira que cabe a nós. Esse DAMAE é uma vergonha, arcaico e falta o serviço para grande parte da população”, diz um São-Joanense.

 

Conforme noticiado pelo Mais Vertentes, a CPI do Damae segue parada e bairros amargam com água barrenta ou a falta dela. O Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Damae) sempre dá as mesmas justificativas: rede antiga, estiagem de água no verão e, pasmem, o frio trinca os canos que abastecem o centro de SJDR no período do inverno. São João del-Rei tem mais de 90 mil habitantes distribuídas em sete bairros do perímetro urbano: Centro, Fábricas, Colônia do Marçal, Bonfim, Tijuco, Matosinhos e Senhor dos Montes, além de distritos. As reclamações de abastecimento de água e esgoto não tratados no município chegam a ser da época do império, mas se intensificou ainda mais nos últimos 15 anos por falta de planejamento, gestão e recursos. 

 

A participação na reunião ordinária na Câmara Municipal de Antônio Claret, com a intenção de prestar esclarecimentos para a Câmara Municipal e para a população, deixou ainda mais claro que o autarquia necessita urgentemente de uma gestão competente e sensível aos problemas da população, que paga uma alta taxa pelo serviço onde a mesma cobra da gestão pública ser realmente contemplada com um serviço de qualidade, principalmente em período de pandemia. Leia mais: Negligenciado e desconhecido, bairro Águas Gerais pede socorro e moradores cobram da gestão municipal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São João del Rei - MG

São João del Rei - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias de São João del Rei - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 02h21 - Fonte: Climatempo
15°
Muitas nuvens

Mín. 14° Máx. 24°

15° Sensação
20 km/h Vento
90.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Sábado (24/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 24°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias