Domingo, 28 de Fevereiro de 2021 00:12
32 999532355
Saúde Exclusivo

Resende Costa: Tesoureiro será investigado como suspeito de desviar verba do Fundo Municipal de Saúde

O valor desviado ainda está sendo apurado e suspeito será investigado pelo Ministério Público; caso atípico de possível corrupção deixa resendecostenses chocados. O atual prefeito, Aurélio Suenes (PSD), a secretária municipal de saúde, Geórgia Resende, e o próximo prefeito, Zinho Gouvea (PSDB) comentam sobre o caso com exclusividade ao Mais Vertentes.

31/12/2020 16h33 Atualizada há 2 meses
1.913
Por: Thais Marques
Município de Resende Costa. Foto: Deivdson Costa
Município de Resende Costa. Foto: Deivdson Costa

Na tarde dessa quarta-feira (30), conforme noticiado pelo Mais Vertentes, a Prefeitura Municipal de Resende Costa emitiu um comunicado informando que foi constatado o desvio de recursos públicos de uma conta pertencente ao Fundo Municipal de Saúde. De acordo com a prefeitura, medidas legais e administrativas estão sendo tomadas e o servidor público, que não teve o nome divulgado, foi afastado de sua função para apuração dos fatos. Uma comissão administrativa foi formada para apurar o valor desviado e, após a prefeitura registrar o boletim de ocorrência, o caso foi entregue ao Ministério Público para investigação.

“Prezando sempre pela transparência e responsabilidade com o patrimônio público, a Administração Municipal lamenta profundamente o ocorrido, oportunidade na qual tranquiliza a população, no sentido de que buscaremos as vias legais para o devido ressarcimento dos prejuízos apurados, como também, que seu responsável seja exemplarmente punido, na forma da lei”, afirma a prefeitura.

Fontes ouvidas pelo Mais Vertentes, incluindo o atual prefeito, Aurélio Suenes (PSD), a Secretária Municipal de Saúde, Geórgia Araújo Resende e o prefeito eleito para a próxima gestão (2021-2024), Zinho Gouvêa (PSDB) relataram que o suposto desvio de recursos públicos oriundos do Fundo Municipal de Saúde foi descoberto na segunda-feira (28) e que o suspeito é um funcionário público concursado que trabalha na tesouraria da prefeitura.

Em exclusividade para Mais Vertentes, os representantes públicos, incluindo o jornalista e eleito vereador para a próxima gestão, Fernando Chaves (PDT), comentaram a repercussão do caso e detalharam medidas que estão sendo tomadas na apuração do suposto desvio de recursos do Fundo Municipal de Saúde. De acordo com as fontes, um boletim de ocorrência foi registrado e o Ministério Público irá investigar se houve o desvio e quem são os responsáveis.

 

Repercussão do caso

 

Atual prefeito de Resende Costa, Aurélio Suenes (PSD). Foto: Jornal das Lajes

O atual prefeito de Resende Costa, Aurélio Suenes (PSD), disse à reportagem do Mais Vertentes, que o suspeito é um profissional de carreira da prefeitura, o qual atuava na tesouraria, e que foi feita uma comissão interna para a apuração devida do valor total desviado do Fundo Municipal de Saúde. Até o momento não houve conclusão e, segundo o prefeito, o funcionário foi afastado. Judicialmente, o funcionário ainda não foi indiciado.

“Nós identificamos e temos uma suspeita muito forte. Foi muito traumático, isso envolve a Secretaria de Saúde, ela (a secretária) tá muito abalada com isso. É coisa que a gente vê na televisão, não é uma coisa normal, foi um choque pra todo mundo. Nós temos, no município de Resende Costa, muito boas referências, nunca tivemos problemas internos na prefeitura em toda sua história e vem a acontecer uma situação dessa agora no final, ficamos muito chocados”, afirma o prefeito

Aurélio explica que está sendo feita a consolidação dos valores que entraram na conta com as saídas para chegar ao valor exato do desvio, onde a comissão interna irá divulgar oficialmente os valores, e que a administração se considera vítima do suspeito. “É ruim para a administração, embora a gente não tenha absolutamente nada haver com isso, nós somos vítimas”, afirma o prefeito.

Sobre a prefeitura ter divulgado o desvio, Aurélio diz que fez isso por estar indignado com a situação e com o suspeito. “Ele tem boas condições, tem um imóvel muito bom, então é assim, é uma fraqueza, né? Do ser humano, isso é lamentável”.

Segundo o prefeito, o suspeito afirmou colaborar com as investigações e que está disposto a ressarcir os caixas do município caso seja comprovado, pelo Ministério Público, o desvio. O que torna a situação mais revoltante é o desvio ter sido feito do Fundo Municipal de Saúde durante a maior crise sanitária dos últimos 100 anos, que é a pandemia da Covid-19. 

Secretária municipal de Saúde de Resende Costa, Geórgia Araújo Resende. Foto: Jornal das Lajes 

A Secretária Municipal de Saúde, Geórgia Araújo Resende, disse à nossa reportagem que a pasta tomou conhecimento do suposto desvio dos recursos do Fundo Municipal de Saúde na segunda-feira (28) e que diante disso a secretaria está tomando todos os procedimentos administrativos cabíveis.

“Diante das informações que tínhamos, a prefeitura afastou os servidores que a prefeitura ainda mantém efetivos, preservando suas identidades, a partir do momento que ainda não temos comprovação efetiva de que realmente seriam eles a terem desviado este recurso. Diante disso tudo, a prefeitura, juntamente com toda sua equipe técnica, ainda não divulgou o nome destas pessoas e nem eles foram efetivamente notificados do processo que está em andamento. Eles foram afastados das suas atividades e a prefeitura tem tomado todas as medidas”, afirma a secretária.

A secretária também diz que todos os profissionais contadores envolvidos com a tesouraria estão trabalhando incansavelmente para a apuração dos fatos. “Seria ponto facultativo e toda a equipe técnica está trabalhando para tentar apurar mais informações e também o levantamento de todas estas despesas que não foram empenhadas no município, o que gerou esse desvio. O trabalho é muito minucioso, já temos um montante apurado, já temos uma suposição, mas aguardamos maiores detalhamentos dos estratos da Caixa Econômica, que foi onde inicialmente encontramos essa suspeita ”, sustenta.

Geórgia acredita que no primeiro dia útil de janeiro, a pasta já tenha o extrato mais detalhado para “tentar fechar esse quebra-cabeça” e que já possuem provas bem consistentes, mas enquanto os suspeitos não forem ouvidos, não há previsão de conclusão efetiva sobre o desvio. “Todas as contas, não só a do Fundo Municipal de Saúde, onde a gente constatou esse desvio, em todas as contas está sendo feita uma varredura geral, e em função de tudo isso nós não temos condições de dar informações mais precisas, a gente ainda não conseguiu fechar essa história que é um quebra-cabeças”, afirma.

Jornalista e vereador eleito para a próxima gestão, Fernando Chaves. Foto: redes sociais

Fernando Chaves, jornalista e vereador eleito para a gestão 2021-2024, comenta que a exposição do possível caso de corrupção deixou os resendecostenses abalados.

“Realmente é algo que pegou todos nós de surpresa, porque realmente não é uma coisa que faz parte da cultura política de Resende Costa. Nós temos a felicidade de ser um município que não tem esse tipo de problema, não temos histórico de prefeitos com contas reprovadas, nada disso, de cassação de mandato, inclusive em períodos eleitorais. Resende Costa tem a tradição de períodos eleitorais muito respeitosos, sem ânimos muito acirrados. Temos uma cultura política muito tranquila em Resende Costa, então choca a todos nós”, afirma o jornalista.

Fernando fez a proposta, durante sua campanha, para a criação do Diário Oficial Eletrônico para o município, visando trazer uma publicidade diária dos atos oficiais do município e que, diante o exposto, ao tomar posse, irá reforçar a proposta com o propósito trazer esta discussão. Fernando detalhou a proposta em suas redes sociais, confira.

“Nós sabemos que não é um remédio para todos os males, não é, mas é uma medida que eu coloquei na campanha e que eu vou trazer agora novamente nesse contexto, reforçando essa minha proposta de criar esse mecanismo que é para dar um registro, uma publicidade diária dos atos oficiais do município, como em outros municípios já tem”, diz Fernando.

De acordo com Fernando, a relação com fornecedores que se dispõem a trabalhar com a prefeitura Resende Costa é muito boa e que a cultura do serviço público resendecostense é muito positiva, o que está contribuindo para chocar a população diante do suposto desvio de recursos públicos.

Atual vice-prefeito e eleito prefeito para a próxima gestão, Zinho Gouvea (PSDB). Foto: Mais Vertentes

O atual vice-prefeito e eleito prefeito para a próxima gestão (2021-2024), Zinho Gouvea, disse à reportagem que jamais imaginaria que um profissional concursado estaria envolvido no suposto desvio e que a situação é lamentável. 

“Jamais aconteceu na nossa cidade. Então no momento da transição que aconteceu, quando fizeram a apuração das contas que descobriram esse tesoureiro da prefeitura que fez esse estrago, desvio de dinheiro público, ainda mais da saúde”, afirma Zinho.

Zinho diz que além do suspeito ser um profissional contador concursado, o atual vice-prefeito o tinha como amigo e que “jamais imaginaria que poderia fazer um estrago, tamanho esse, na prefeitura”. “Lamento, lamento muito o fato que ocorreu e ainda bem que a gente conseguiu verificar e descobrir antes da minha posse. Então a gente já vai tomando as providências com o fato que aconteceu, então lamento muito”, afirma.

O atual vice-prefeito também afirma que a prefeitura fez o boletim de ocorrência e que, diante a apuração dos fatos, o caso foi encaminhado ao Ministério Público para as devidas providências. “Já foi feito todo o processo, a assessoria jurídica da prefeitura já levantou todos os fatos ocorridos, já foi feito o boletim de ocorrência e agora é aguardar que o Ministério Público. Ele já foi afastado”, diz o atual vice-prefeito.

“Eu tô participando como vice e a partir de amanhã assumo como prefeito, então é lamentável. Jamais a gente esperava que isso acontecesse. Passaram vários prefeitos na história da política de Resende Costa, que tem uma história sadia, de pessoas com responsabilidade. E esse fato ocorreu com um funcionário que é de carreira, né?”, questiona.

Diante os relatos, a reportagem entrou em contato com o tesoureiro da prefeitura municipal de Resende Costa, Marcelo Campos Lara, e o mesmo afirmou não estar autorizado a comentar sobre o caso e que irá se pronunciar no momento que for oportuno. 

A prefeitura de Resende Costa fez o registro de um boletim de ocorrência sobre o caso. Nossa equipe procurou a Polícia Militar de Resende Costa para ter acesso ao boletim de ocorrência e o órgão informou que o boletim foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil para as devidas providências. Até o momento desta publicação, a reportagem não conseguiu realizar contato com a delegacia de Polícia Civil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Resende Costa - MG

Resende Costa - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias de Resende Costa - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 00h04 - Fonte: Climatempo
18°
Poucas nuvens

Mín. 17° Máx. 25°

18° Sensação
3 km/h Vento
88% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (01/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 26°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (02/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias