Quinta, 25 de Fevereiro de 2021 04:03
32 999532355
Saúde Vacina

Falta de informações e baixo número de vacinas prejudicam logística da vacinação contra Covid-19 em São João del-Rei

Secretário de Saúde informou que o primeiro lote da vacina não será suficiente para todos os públicos prioritários. Além disso, canais de comunicação oficiais da Prefeitura Municipal não informam com transparência sobre a logística, plano de vacinação e as doses encaminhadas ao município

20/01/2021 19h05 Atualizada há 1 mês
1.355
Por: Thais Marques
José Marcos, Secretário Municipal de Saúde de SJDR, informou que o primeiro lote da vacina não será suficiente para todos os públicos prioritários. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de SJDR
José Marcos, Secretário Municipal de Saúde de SJDR, informou que o primeiro lote da vacina não será suficiente para todos os públicos prioritários. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de SJDR

Após a entrega das 6.320 doses da vacina CoronaVac pelo governo do Estado de Minas à Gerência Regional de Saúde de São João del-Rei, na manhã ontem (19), a regional encaminhou aos municípios da microrregião a primeira dose da vacina (são  duas doses por paciente).

O município de SJDR, por sua vez, ficou com a maior parte (4.244 doses). Porém, o Secretário Municipal de Saúde, José Marcos de Andrade, de forma equivocada, informou ontem (19) que a região recebeu 3.160 doses e que irá ficar na cidade 2.122 doses

Carregamento com as primeiras doses da Vacina
chegaram na manhã dessa terça (19).
Foto: Conselho Municipal de Saúde

Segundo o secretário na manhã de ontem, "o município recebeu três caixas com 3.160 doses e que para a cidade, 2.122 doses". Foi preciso a diretora da Gerência Regional de Saúde de São João del-Rei, Edvalda Maria Carvalho Assunção, esclarecer os fatos. Segundo ela, nesta primeira etapa de recebimento da vacina, o município irá imunizar 2.122 pessoas, e que SJDR possui 4.244 doses, sendo duas doses por pessoa. 

Ela informou ainda que enviou para os municípios da microrregião apenas a primeira dose, e que a segunda será enviada em, aproximadamente, 20 dias, quando a pessoa - já vacinada com a primeira dose - receberá a segunda e última vacina. "A segunda dose está guardadinha conosco. Se enviássemos todas de uma só vez poderia gerar mais confusão", explica a diretora.

Ela também informou que cada município deve seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, que recomenda iniciar a vacinação pelos profissionais da linha de frente da Covid-19; em pessoas com 60 anos ou mais, em Instituições de Longa Permanência (ILPI); pessoas institucionalizadas, maiores de 18 anos, portadores de deficiência e a população indígena vivendo em terras indígenas (este último não é o caso de SJDR).

Na tarde desta quarta-feira (20), o Mais Vertentes teve acesso ao Plano Municipal de Vacinação, feito pela Secretaria Municipal de Saúde e pelo Conselho Municipal de Saúde. O Plano Municipal, datado no dia 1º de janeiro e divulgado somente hoje (20), possui como referência o Manual de Normas para a Vacinação, do Ministério da Saúde.

O plano feito pela Secretaria Municipal de Saúde não esclarece o quantitativo de doses que serão distribuídas nas Unidades de Saúde e nas Casas, dizendo que “está aguardando o cadastro das instituições''. Porém, já existe o Sistema Nacional de Imunização que contém todas essas informações e foi com base nelas que a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG) se baseou para distribuir a vacina para os municípios mineiros.

Em apuração, nossa reportagem foi informada de que as UBS’s (Unidade Básicas de Saúde) já receberam as doses e que em cada uma foi direcionada a quantidade relativa aos trabalhadores da saúde que atuam nos locais. Ou seja, esta informação não está detalhada no Plano de Vacinação Municipal, mas o quantitativo já está estabelecido.

Na seção de perfil epidemiológico, foi utilizado um boletim desatualizado, com a data de 25 de dezembro de 2020. O site oficial da Prefeitura não está sendo atualizado desde o dia 31 de dezembro, o que caracteriza a omissão de dados oficiais por parte da prefeitura. Os servidores do Setor de Epidemiologia encaminham os boletins à imprensa que fez o pedido direto ao Setor, e a própria população ajuda na propagação da informação pelos grupos de Whatsapp, já que a prefeitura, oficialmente, não a divulga.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o plano encontra-se organizado no “quantitativo de doses recebidas pelo Ministério da Saúde, situação epidemiológica (desatualizada no Plano), e definição da população-alvo a ser vacinada”. De acordo com informações fornecidas pelo Conselho Municipal de Saúde, devido à pouca quantidade de doses encaminhadas inicialmente ao município, os profissionais de saúde estão sendo priorizados. 

O Plano também deixa especificado quais Unidades de Saúde estarão disponíveis para a vacinação. Porém, ainda não é o momento da população ir até os Postos de Saúde, pois as doses inicialmente encaminhadas possuem um público específico, que são os funcionários da saúde que estão atuando na linha de frente da Covid e pessoas idosas que estão em asilo. Sobre os idosos, o Plano diz que aguarda o recebimento de mais doses.

Vacinação para "inglês ver"

Após o prefeito de SJDR ir ao aeroporto para receber as caixas com vacina e, claro, tirar fotos oficiais, uma outra cerimônia de vacinação "simbólica", apenas com alguns profissionais da saúde, vereadores aliados e a mídia governamental, foi realizada na UPA, ontem, onde cinco funcionários que atuam na linha de frente ao combate do vírus em São João del-Rei foram vacinados.

Nesta quarta-feira (20), o Secretário Municipal de Saúde de São João del-Rei, José Marcos de Andrade, voltou à mídia para corrigir o mal entendido. Em entrevista à rádio Emboabas, o secretário informou que "já distribuímos para onde tem que distribuir, a princípio toda área de saúde com prioridade do plano de ação do Ministério da Saúde. Foi mandado pra UPA, Santa Casa, Hospital e unidades que fazem atendimento da Covid, o Centro de Triagem", afirmou. 

Ao contrário do que diz o Plano de Vacinação Municipal, recebido hoje pelo Mais Vertentes, o secretário informou na rádio que "os idosos do Albergue Santo Antônio vão receber as doses da vacina na própria instituição."  Porém, ao ser questionado se as doses foram suficientes, o secretário disse que não. "Nessa primeira fase, não. Não foram suficientes". 

Para o secretário, que tem dificuldades com os cálculos, "os números são detalhes técnicos e que as informações completas terão que ser repassadas pela coordenadora do setor epidemiológico, Eliene Freitas, que retorna aos trabalhos na quinta-feira, dia 21 de janeiro, pela manhã.  

Boicotes e contradições

Desde o início da pandemia, o Mais Vertentes entra em contato com todos os órgãos responsáveis, como a Prefeitura Municipal, Secretaria de Saúde e de Gabinete da Prefeitura. Além do descaso e demonstrando falta de transparência, as mídias independentes vêm sendo boicotadas pela Prefeitura e também pelas Casas de Saúde. Ainda hoje (20), nossa reportagem entrou em contato com o secretário, que, novamente, desligou o telefone ao ser identificado por nossa repórter.

Aparentemente, até os legisladores estão tendo dificuldades em ter acesso às informações! A vereadora Lívia Guimarães (PT), em um comentário nas redes sociais, disse que não foi informada sobre a cerimônia realizada na UPA que vacinou quatro são-joanenses na tarde dessa terça (19). Hoje (20), o vereador Igor Sandim (Podemos), através de suas redes sociais, afirma ter encaminhado um ofício à Secretaria de Saúde pedindo transparência na vacinação.

Reiteramos que o nosso compromisso é com a informação, principalmente as que devem ser obrigatoriamente de conhecimento público. Porém o que recebemos, são telefones desligados na cara da nossa reportagem, isso quando são atendidos. Para o bem da população em geral, esperamos pelo dia que a Gestão Municipal entenderá que sem comunicação não há transparência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São João del Rei - MG

São João del Rei - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias de São João del Rei - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 04h00 - Fonte: Climatempo
20°
Poucas nuvens

Mín. 17° Máx. 26°

20° Sensação
3 km/h Vento
76% Umidade do ar
67% (20mm) Chance de chuva
Amanhã (26/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 24°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sábado (27/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 23°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias