Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 15:25
32 999532355
Turismo Polêmica

Pirâmide de São Tomé das Letras é colocada à venda e causa revolta de moradores

Em 2018, a prefeitura tentou uma negociação para adquirir a pirâmide definitivamente, mas ela fracassou e agora o proprietário colocou o local à venda.

05/02/2021 14h54
267
Por: Adriano Vianini
Foto: Reprodução - internet
Foto: Reprodução - internet

A famosa pirâmide do Parque Antônio Rosa, em São Tomé das Letras (MG), foi colocada à venda. O fato causou polêmica entre os moradores, que não gostaram nada da notícia.

Apesar de ser um dos principais pontos turísticos da cidade, conhecida por turistas de todo o Brasil, a pirâmide está em uma área particular dentro do parque, que é de propriedade do município. Ela é tombada como Patrimônio Paisagístico da cidade.

A pirâmide começou a ser construída em 1978 e ficou pronta na década de 1980. Ela pertence a uma pessoa do Estado de São Paulo, que na manhã de quarta-feira (3), anunciou a venda do ponto turístico e da área em torno, que tem cinco mil metros quadrados.

A pirâmide fica dentro do Parque Antônio Rosa, que tem 111 hectares e pertence ao município. Em 2018, a prefeitura tentou uma negociação para adquirir a pirâmide definitivamente, mas ela fracassou e agora o proprietário colocou o local à venda.

Revoltados, moradores foram até o local na manhã desta quinta-feira (4) e se manifestaram com faixas e cartazes. Eles pedem para que o local seja desapropriado pela prefeitura.

“Em primeiro lugar, a pirâmide é um patrimônio público, digamos assim, embora ela seja de propriedade particular, ela está dentro de uma área tombada, uma área ambiental, então essa é a nossa grande surpresa, de se colocar à venda um ponto turístico da cidade. O que a gente espera é uma desapropriação por parte da prefeitura, que não significa que vai ser tomada do proprietário, mas que vá ser feita uma venda forçosa e que se essa venda representa a retomada, e que se tiver que ter alguma exploração ou algo, que isso seja revertido para a população e que não seja mais uma exploração capitalista, o que a gente espera é isso”, disse a membro da Associação da Sociedade Civil de São Tomé das Letras, Cheila Seixas.

Mesmo que alguém venha a comprar a pirâmide, projetos particulares de exploração terão que ser submetidos ao Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e Artístico de São Tomé das Letras. Atualmente existem duas leis orgânicas no município que preservam os pontos turísticos. Hoje o acesso à pirâmide é irrestrito.

Em nova divulgada nas redes sociais, o prefeito de São Tomé das Letras, Tomé Reis Alvarenga, disse que a prefeitura tem tentado negociar com o proprietário a compra do imóvel pelo Poder Público há algum tempo. O prefeito ressalta ainda que o dono possui escritura e que é interesse do município adquiri-la. Conforme apurado pela equipe da EPTV Sul de Minas, Afiliada Rede Globo, o valor que a prefeitura pretende pagar pela área é de R$ 1,2 milhão.

Ainda conforme a prefeitura, uma reunião com o proprietário está marcada para a próxima segunda-feira para que o assunto seja discutido.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São João del Rei - MG
Atualizado às 15h07 - Fonte: Climatempo
20°
Pancada de chuva

Mín. 16° Máx. 24°

20° Sensação
5 km/h Vento
92% Umidade do ar
90% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (27/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 24°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (28/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias