Quinta, 22 de Abril de 2021 16:36
32 99936-6146
Política Denúncia

São Tiago: Vereadora denuncia perseguição e assédio de colega da Câmara Municipal

Cida Preta (PDT) afirma que está sendo vítima de assédio e perseguição pelo vereador Eduardo Kennedy Martins (PSDB), que negou as acusações

26/03/2021 17h13 Atualizada há 4 semanas
936
Por: Thais Marques
Cida Preta (PTB) e Eduardo Kennedy Martins (PSDB), vereadores de São Tiago. Foto: Reprodução/Câmara Municipal de São Tiago / Montagem Mais Vertentes
Cida Preta (PTB) e Eduardo Kennedy Martins (PSDB), vereadores de São Tiago. Foto: Reprodução/Câmara Municipal de São Tiago / Montagem Mais Vertentes

A vereadora mais votada por São Tiago, Cida Preta (PTB), registrou um boletim de ocorrência no dia 19 de março (sexta,) contra seu colega de Câmara Municipal, Eduardo Kennedy Martins (PSDB), acusando-o de assédio e perseguição. Na segunda-feira (22), ao tirar satistação sobre a denúncia, o vereador teria puxado Cida pelo braço dentro da Prefeitura. O vereador negou as acusações.

Em carta encaminhada para à imprensa no último domingo (21), a vereadora Cida, que é uma mulher negra e LGBT, relatou que está sofrendo ataques e ofensas "de um nobre colega vereador, branco, bem abastado financeiramente, está no terceiro mandato, hétero e homem."

Cida Preta (PDT), vereadora por São Tiago.
Foto: Câmara Municipal de São Tiago

"Homem este que venceu as eleições com menos votos que eu, mas perdeu na preferência para o executivo. Desde então inconformado com a perda vem me atacando dizendo que na política é assim mesmo, um bate assopra sem medida. Cobrando de mim a doação do meu salário ou melhor faltando com a verdade de que doaria meu salário dizendo ser minha promessa de campanha. Não foi. A partir de então não parou mais. O mais recente foi a respeito do posicionamento da listagem de pessoas vacinadas, que o vereador acusado e alguns querem que seja divulgado com a população. Têm um outro grupo maior de vereadores que são contrários a tais ideias. Foi perguntado aos presentes quem assinaria, eu disse que não assinava e ele não satisfeito com minha resposta proferiu o seguinte dizer: 'é bom mesmo não assinar, isso é pra macho'. Respondi já que sou fêmea não assino e ainda perguntei se era obrigada a assinar e ele respondeu que não. Na saída eu perguntei a ele se não iria parar de me perseguir e ele me respondeu que eu não vi nada, ele nem começou. Isto na quinta-feira, dia 18/03, e ainda se referiu até à minha progenitora. Hoje dia 21 ele tentou me arrastar a força pegando no meu braço para conversar com ele. Eu estava no meu horário de café da manhã, e ele mais uma vez não me respeitou. Me pergunto isso é política ou ...o que será?", questiona a vereadora em nota.

Nossa equipe não conseguiu o contato com o vereador Eduardo Kennedy Martins. Porém, em entrevista ao portal Notícias Gerais, Eduardo apresentou outra versão dos fatos e negou o ocorrido.

Eduardo Kennedy Martins (PSDB),
vereador por São Tiago.
Foto: Câmara Municipal de São Tiago

“Eu não pus a mão nela. Eu posso ter encostado nela, porque a gente estava em uma escada, tinha umas meninas perto e aí falei com ela ‘Eu preciso conversar com você, Cida. Vamos ali dentro’. Mas assim, ‘dentro’ não era em local fechado não, era na entrada da prefeitura. (Eu) só (chamei para) sair de perto das pessoas”, afirma o vereador. 

Para o Notícias Gerais, o vereador afirmou que tudo começou porque ele questionou, na primeira reunião da Câmara no atual mandato, uma das falas da vereadora Cida durante a campanha eleitoral: ela teria dito que um vereador deveria receber um salário mínimo. Após a posse, ele a questionou se ainda pensava assim e a vereadora teria negado essa fala.

“Na próxima reunião, eu levei o vídeo dela falando que, pra ela, um salário mínimo estava bom. Ela disse que não falou isso, mas está lá gravado. E foi isso, ‘morreu a questão’, não toquei mais no assunto”, afirmou Eduardo.

Em relação ao posicionamento da listagem de pessoas vacinadas, o vereador disse ao NG que "falei para todos os vereadores: ‘Para assinar isso aqui ‘tem que ser macho’. Não é qualquer um que assina isso aqui não’. Eu falei ‘macho’ não no sentido de ‘opção’ (orientação) sexual de ninguém. Eu falei como uma questão de coragem, a gente no interior a gente fala isso. Essa foi a minha fala, mas eu não dirigi à vereadora."

Após fazer o boletim de ocorrência, Cida disse que declarou o ocorrido à Comissão de Ética da Câmara Municipal de São Tiago e que aguarda o parecer para dar continuidade às medidas cabíveis.

Políticos prestam solidariedade à vereadora Cida

Lívia Guimarães (PT),
vereadora por São João del-Rei.
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Lívia Guimarães (PT), vereadora por São João del-Rei, através de suas redes sociais, declarou apoio e solidariedade à vereadora de São Tiago. "Se para alguns, a escravidão ainda não acabou, a luta pela liberdade também não", afirma Lívia. "O que ela quer, e luta na Câmara, é uma cidade democrática, ética e com justiça para seu povo. É nossa luta também", finalizou.

A nota de Lívia também foi assinada por Rogério Bosco da Silva, vereador de São João del-Rei pelo PT; Marina Campos, Presidenta do Psol São João del-Rei e Membra da Executiva do Setorial Nacional de Mulheres do PSOL; José Raimundo, presidente do Diretório Municipal do PT São João del-Rei; SINDS – UFSJ; Frente Brasil Popular; UJC-UFSJ; Adufsj; Fórum de Mulheres das Vertentes; Macaé Evaristo - vereadora do PT em Belo Horizonte; Afronte; Levante Popular da Juventude e pelo Sintras de São João del-Rei.

 

Nilmário Miranda (PT).
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O político mineiro, Nilmário Miranda, do Partido dos Trabalhadores (PT), através de suas redes sociais, também declarou apoio à Cida Preta. "Desde a primeira reunião ela (Cida) vem sofrendo um verdadeiro assédio por parte do vereador Kennedy Martins, exercendo terceiro mandato. Atitudes, palavras que denotam preconceito, tentativas de intimidação. Chegou um ponto que Cida viu-se compelida a registrar um Boletim de Ocorrência, felizmente acompanhada pelo presidente da Câmara, Ernani Carvalho e outros vereadores, quando o intolerante segurou seu braço com força, verdadeiro assédio. O CONEDH está se dirigindo O MP, à Polícia Civil, parabenizando o presidente da Câmara e os vereadores que repudiaram a intolerância. Falei com Cida, mulher sem medo. É importante que vereadoras façam como a vereadora Lívia de São João Del Rei, apoiando Cida e exigindo o respeito à companheira.", defende Nilmário.

 

 

Com informações do portal Notícias Gerais*

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Tiago - MG

São Tiago - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias de São Tiago - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 16h29 - Fonte: Climatempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 13° Máx. 24°

21° Sensação
8.5 km/h Vento
40.8% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 24°

Sol com algumas nuvens
Sábado (24/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias