Sábado, 08 de Maio de 2021 14:20
32 99936-6146
Cidades Sem solução

São João del-Rei: Trabalhadores da Viação Presidente estão há três meses sem salários e vale alimentação

Funcionários têm recorrido à imprensa para denunciar a situação, que infelizmente não é novidade no município, e dizem estar sendo ameaçados de demissão ao cobrarem seus direitos. Apesar do histórico problemático da Viação Presidente na cidade, a Prefeitura prorrogou o contrato com a empresa neste ano.

27/04/2021 16h58 Atualizada há 2 semanas
681
Por: Thais Marques
Mobilização de trabalhadores da Viação Presidente em setembro de 2020. Foto: André Nogueira/Sind-UTE
Mobilização de trabalhadores da Viação Presidente em setembro de 2020. Foto: André Nogueira/Sind-UTE

Trabalhadores da Viação Presidente afirmam que estão há três meses sem receber seus salários e vale alimentação. Os funcionários têm recorrido à imprensa para denunciar o atraso em seus pagamentos e afirmam estar sendo ameaçados de demissão ao reclamarem sobre seus direitos. Infelizmente, não é novidade que a empresa prestadora do transporte público possui problemas em relação ao pagamento de seus colaboradores. Apesar do histórico problemático da Viação Presidente na cidade, a Prefeitura prorrogou o contrato com a empresa no início de 2021.

Um funcionário entrou em contato com o Mais Vertentes relatando que “é um absurdo o que estão fazendo” e que se reclamam, são ameaçados de demissão. “Tem várias famílias passando fome, tá demais”, diz o funcionário que pede para não ser identificado por medo de retaliação.

Uma ex-funcionária, chamada Tatiana Karla, disse em uma entrevista nessa segunda-feira (26), que “a situação está bem crítica, porque três meses é bastante tempo para os funcionários estarem sem pagamento e sem o ticket alimentação. Quando ainda caía o ticket podiam fazer as compras e a situação está bem delicada, pois têm pessoas que pagam o aluguel e têm mães de família que o único dinheiro que entra na casa delas é o dinheiro da Viação Presidente.”

Tatiana informou ainda que existem funcionários que estão para ser despejados, pessoas que podem ser presas devido ao não pagamento de pensão alimentícia dos filhos. A ex-funcionária também afirmou que o Sindicato dos Rodoviários não tem auxiliado os trabalhadores da Viação Presidente, mas que a União Sindical tem ajudado funcionários com cestas básicas, distribuição de vales gás e até mesmo pagamento de contas de água e luz.

Em relação às ameaças, Tatiana também afirmou ter presenciado e disse que a empresa "costuma fazer esse tipo de perseguição”. “Quando não é demitido, eles colocam o funcionário em uma linha mais prejudicada, em um horário pior para estar trabalhando. Lá, infelizmente, existe esse tipo de perseguição sim.”

Segundo a ex-funcionária, mais de 40 funcionários já foram demitidos. “Dentre estes, vários pediram conta, pois estavam trabalhando sem receber, eles ficam com os pés  e mãos atados, pois não podem nem procurar outro serviço. Vários pediram conta para correr atrás de outra coisa, outros entraram com a rescisão direta. Então bastante pessoas já foram demitidas e hoje eles estão trabalhando já com a cota certa que precisa de funcionários”, afirma Tatiana.

Os horários dos ônibus podem ter sido diminuídos pelo menos em metade devido ao grande número de funcionários que foram demitidos, o que pode justificar os atrasos. “São quatro ônibus, mais ou menos, às 05h00 em cada linha e hoje está rodando apenas dois ou três ônibus em cada linha.” 

Tatiana afirmou que ainda não recebeu todo o acerto devido à sua demissão, e que foi feita uma proposta para parcelar, porém a ex- funcionária não aceitou e mesmo assim a empresa tem depositado a quantia como se ela tivesse aceito. “Infelizmente não era o que eu queria, pois foi dessa empresa que eu tirei o sustento da minha família durante esses sete anos e meio que eu trabalhei lá. Mas, infelizmente, eu fui obrigada a colocar a empresa na justiça devido ao não pagamento correto, porque eles não arcaram com o compromisso deles de pagar certinho tudo o que era devido a mim. Estava errada a minha rescisão e foi onde eu fui obrigada a entrar com uma ação judicial.”

Atraso no pagamento dos funcionários, infelizmente, não é novidade

Conforme noticiado pelo Mais Vertentes, desde o início da pandemia, os trabalhadores tiveram problemas em receber seus salários. Os funcionários alegam que nunca foram chamados pela Viação Presidente para mais esclarecimentos sobre o pagamento de salários atrasados.

No dia 07 de abril, o Mais Vertentes noticiou que funcionários da Viação Presidente de Conselheiro Lafaiete estavam sem receber desde janeiro. E segundo informações do portal Revista do Ônibus, os moradores de Conselheiro Lafaiete afirmam, por meio de redes sociais e também em grupos de mensagens, que a Viação Presidente Lafaiete, em meio a crise que se instalou no transporte da cidade, estaria vendendo parte de seus ônibus. 

O contrato com a empresa no município teria sido encerrado no dia 21 de março e, até o momento, vans prestam serviço de transporte público em Lafaiete. De acordo com o portal Diário do Transporte, a autorização, de modo precário e emergência, vale até que seja finalizada a contratação de nova empresa para prestação de transporte público na cidade.

Contrato prorrogado pela Prefeitura de São João del-Rei

O prefeito de São João del-Rei, Nivaldo de Andrade (PSL), mais uma vez voltou atrás em uma de suas promessas de campanha e prorrogou o contrato com a Viação Presidente para a realização do transporte público coletivo municipal em janeiro de 2021

No dia 17 de novembro, conforme noticiado pelo Mais Vertentes, Nivaldo prometeu que a situação com a Viação “estava resolvida” e que em março sairia a licitação e em abril/maio já teria uma empresa nova em São João del-Rei. No dia 20 de janeiro, foi publicado o Decreto 9.121, datado de 4 de janeiro, que prorroga o contrato com a empresa, mas foi revogado, com a alegação de um erro formal.

A Prefeitura chegou a informar que o município abriria um processo licitatório para atender ao transporte coletivo dos usuários, mas, até o momento, não aconteceu.

O Mais Vertentes já havia denunciado que a Viação Presidente opera no município por decreto municipal e o problema com sua licitação se arrasta desde 2015. Em agosto de 2020, Nivaldo marcou uma reunião com representantes da empresa e funcionários em seu sítio na cidade de Tiradentes, com a promessa de resolver a “situação da empresa” com o município de seus funcionários. 

Nossa reportagem entrou em contato nesta terça (27), por emails com a Viação Presidente em São João del-Rei e também por telefone. Nos foi informado de que a gerência responderia aos nossos questionamentos, se as denúncias procederem ou não, mas até o momento não obtivemos retorno. Não conseguimos falar com o Sindicato dos Rodoviários e nem com a prefeitura de São João del-Rei.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São João del Rei - MG

São João del Rei - Minas Gerais

Sobre o município
Notícias de São João del Rei - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 14h16 - Fonte: Climatempo
23°
Muitas nuvens

Mín. 12° Máx. 21°

23° Sensação
3 km/h Vento
56% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (09/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 21°

Sol com muitas nuvens e chuva
Segunda (10/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 21°

Sol com muitas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias