Segunda, 06 de Dezembro de 2021
20°

Muitas nuvens

São João del Rei - MG

Turismo Turismo Rural

Campo das Vertentes: Duas rotas mineiras estão pré-selecionadas para o Projeto Experiências do Brasil Rural

Projeto nacional contemplou roteiros de quatro macrorregiões brasileiras em quatro cadeias agroalimentares. O resultado final sai no próximo dia 24

17/05/2021 às 14h46 Atualizada em 17/05/2021 às 21h30
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Foto: Internet / Reprodução
Foto: Internet / Reprodução

Os ministérios do Turismo (MTur), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) divulgaram a lista de oito roteiros pré-selecionados para participarem do projeto “Experiências do Brasil Rural”. Minas Gerais está presente em dois deles, com a Rota do Queijo - Terroir Vertentes e a Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira.

A iniciativa tem o objetivo de apoiar e promover o turismo em áreas rurais do país. Ao todo, participaram da primeira fase do processo seletivo 52 propostas que contemplam as quatro cadeias produtivas priorizadas para o projeto: queijo, vinho, cerveja e frutos da Amazônia.

O prazo para o envio de recursos vai até 23 de maio e a publicação do resultado final está prevista para o próximo dia 24 de maio. Após o resultado, será realizada uma sensibilização dos empreendimentos, produtores e governanças locais para o conceito do projeto, assim como a realização de diagnóstico e plano de ação para cada roteiro selecionado. O projeto prevê ainda a qualificação de roteiros e empreendimentos e a realização de ações de promoção e apoio à comercialização.

Seleção

Foram selecionados oito roteiros turísticos localizados prioritariamente entre os 158 municípios componentes das 30 rotas prioritárias do Investe Turismo, sendo contempladas quatro macrorregiões brasileiras. Na região Norte, a rota “Amazônia Atlântica”, situada nas cidades de Bragança, Curuçá e Augusto Corrêa, no Pará, aposta na disponibilização de experiências na pesca e na degustação de queijos artesanais, farinhas de mandioca e frutas orgânicas. Já na região Nordeste, o roteiro “Terra Mãe do Brasil”, oferta aos turistas de Porto Seguro (BA) a experiência em meio à natureza e o desfrute de novos sabores.

Na região Sudeste, o destaque foi para a cadeia produtiva do queijo, que está representada nas rotas “Agroturismo” (ES), “Rota do Queijo – Terroir Vertentes” (MG) e “Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira’ (MG). Já na região Sul, a cadeia produtiva do vinho está evidenciada nos roteiros “Ferradura dos Vinhedos” (RS), “Caminhos do Campo” (SC) e “Farroupilha Colonial” (RS).

A expectativa é de que, ao final do projeto, essas oito rotas possam ampliar a inserção de produtos e serviços da agricultura familiar no mercado de turismo, apoiando e formatando produtos de experiência no meio rural e diversificando a oferta turística brasileira.

Rota do Queijo - Terroir Vertentes (Campo das Vertentes)

A Rota do Queijo foi criada pelo Circuito Turístico Trilha dos Inconfidentes, com o objetivo de divulgar o queijo mineiro, premiado internacionalmente. São 3 tipos de rotas dentro da Rota do Queijo Terroir Vertentes que o(a) turista pode percorrer, são elas:

Rota Artesanal: Queijo Taroco em São João del Rei; Queijo Catauá em Coronel Xavier Chaves; Queijo da Lúcia em Tiradentes; Queijo Bicas da Serra em Carrancas; Queijo Jacuba em Coronel Xavier Chaves; Queijo Casal Gastrô em Resende Costa; Queijo Dom Bosco em Barroso; Queijo Água do Pote em Prados; Queijo Bela Vista em Prados; Queijo Nazareno em Nazareno; Queijo Carlos em Entre Rios de Minas; Queijo da Barra em Conceição da Barra de Minas; Queijo Matuto em Prados; e Q.Verte de Entre Rios de Minas que é o primeiro queijo minas artesanal do mundo com certificado de orgânico.  

Rota Queijos Finos: Queijo Nazareno em Nazareno; Queijo São Vicente em São Vicente de Minas; Queijos Finos em Ritápolis.

Rota Reino: Queijo Iatarola em Antônio Carlos; Queijo Millano em Antônio Carlos.

 

Turismo rural 

O projeto integra uma série de medidas realizadas pelo governo federal para fomentar o turismo rural, segmento considerado crucial na retomada das atividades turísticas no contexto pós-pandemia. O segmento representa uma alternativa de renda para o campo, ajuda a estabilizar a economia local e cria negócios e empregos diretos e indiretos.

No Brasil já há uma série de empreendimentos rurais que estruturam variadas atividades turísticas e ofertam, por exemplo, experiências em colheitas de produtos agrícolas, participação no preparo de produtos como chocolates e vinhos e experiências gastronômicas características de cada região. Para saber mais, acesse o Boletim de Inteligência de Mercado no Turismo (BIMT) voltado ao Turismo Rural.

Com informações: Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

 

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que os poderosos querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias