Google Adsense Topo
Vergano

O veganismo é a alimentação do futuro?

A nova onda se divide em dois grupos: os vegetarianos e os veganos

30/08/2019 16h48Atualizado há 2 semanas
Por: Adriano Vianini
107
Foto: reprodução
Foto: reprodução

A quantidade de buscas pelo termo “vegano” no Google tem crescido muito no Brasil. Já são mais de 15,2 milhões dos brasileiros que se consideram vegetarianos, o que corresponde à 8% da população do país, segundo uma pesquisa do IBGE. Em Belo Horizonte, segundo a mesma apuração, 9% das pessoas afirmam ser vegetarianos.

 

O mercado de produtos veganos tem crescido cerca de 40% ao ano segundo reportagem da Folha de São Paulo. Os produtos veganos vão de alimentos, cosméticos, higiene pessoal e até vestuário. Na capital mineira, segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), são dezenas de estabelecimentos veganos associados, entre eles restaurantes, lojas , empórios e até delivery.

 

Porém, ser vegano ainda implica em um grande esforço de compra dependendo da região que você mora. As capitais já possuem estabelecimentos focado para esse nicho, já no interior fica mais no boca a boca de quem produz. Porém, graças à internet e aos e-commerces essa realidade vem mudando. Como bem disse o entrevistado Iogue (termo utilizado a praticantes da yoga) e vegetariano, Bruno Bastos, a “única desvantagem que vejo [em ser vegetariano] é o despreparo da sociedade para nos receber no mercado, tendo poucas opções para vegetarianos e quase nenhuma para veganos”, explicou.

Vegetariano ou vegano?

A nova onda se divide em dois grupos: os vegetarianos e os veganos.

 

Vegetarianos excluem qualquer tipo de carne dos pratos e se segmentam em quatro tipos: ovolactovegetarianos, são aqueles que consomem ovos, leite e laticínios; lactovegetarianos, utilizam leite e laticínios; ovovegetarianos, comem ovos; e vegetarianos estritos não fazem uso de nenhum produto de origem animal. Já os veganos excluem todas as formas possíveis de crueldade com animais dos seus consumos. Seja na esfera dos alimentos, suplementos, higiene pessoal, beleza, limpeza, dentre outros.

 

Está cada vez mais comum conhecer pessoas que cortaram a carne branca e vermelha da alimentação, e até derivados de proteína animal como peixes, leite e ovos. Veja tabela abaixo!

 
 

De acordo com a SVB os motivos que impulsionam os vegetarianos/veganos na sua escolha são muitos, citaremos alguns deles:

 

Razões éticas: frangos, porcos e bois (que são a maioria dos dez mil animais abatidos por minuto no Brasil) possuem uma complexa capacidade cognitiva e são sencientes, ou seja, tem a capacidade de sofrer e sentir prazer.

Razões relacionadas à saúde: a ingestão de carne está diretamente relacionada ao risco de doenças crônicas e degenerativas, como alguns tipos de câncer, obesidade, diabetes e hipertensão.

Razões ambientais: o setor da pecuária é o maior responsável pela erosão de solos, contaminação de mananciais aquíferos e cerca de 14,5% das emissões de gases do efeito estufa são advindas de atividades pecuárias, dados obtidos de acordo com a ONU. A maioria do desmatamento na Amazônia é originado pela produção de carnes, laticínios e ovos. Fora isso, 97% do farelo de soja e 60% do milho produzidos são destinados para consumo de animais que vão para o abate.

 
 
 
 
 

Razões sociais: a pecuária contribui muito para o desperdício global de comida. Isso se dá pelo fato de que são consumidos de 2 à 10 kg de proteína vegetal para produzir apenas 1 kg de proteína animal. Além disso, o setor pecuário aglutina grande parte da mão-de-obra escrava rural brasileira.

A motivação preponderante para a adoção do vegetarianismo é a ética, depois a saúde, segundo estudos. Segundo a nutricionista entrevista pela Mais Vertentes, Júlia Mendoza,“além da questão ambiental e de proteção animal, o corpo humano se torna 'mais limpo', melhora função intestinal, pelo consumo mais de fibras, melhora metabolismo devido ao consumo de menos industrializados”, explica a nutricionista.

 

Para a estudante de nutrição de Lavras, Júlia Yukari, "o veganismo é um conjunto de ações que você se propõe a fazer à partir de um pensamento de liberdade animal, da não exploração. Tem muita gente que confunde isso como um amor extremo aos animais e não tem nada a ver com isso, pra mim é mais uma questão de respeito à vida deles. Animais são seres sencientes, né, eles sentem dor, frio, instinto materno, medo... Então, é um respeito à isso", explicou Júlia.

A 'Segunda Sem Carne' é uma campanha que impulsiona as pessoas a optarem pelo vegetarianismo.  Existe em mais de quarenta países e é encabeçada por diversas personalidades mundiais como Paul McCartney, entre outros. Uma das repercussões do movimento foi a implementação,  em 2011, da Alimentação Escolar Vegetariana aos alunos da rede pública do município de São Paulo.

A dieta dos vegetarianos e veganos não é deficiente, isso porque não existem nutrientes essenciais que só existem na carne. A proteína animal pode ser substituída por leguminosas como feijão, grão-de-bico, ervilha e lentilha, por exemplo. A pirâmide de alimentação dos vegetarianos/veganos é composta por grãos e cereais, legumes e verduras, frutas, vegetais ricos em cálcio, feijões, nozes e leguminosas, ômega 3, vitamina B12 e vitamina D.

 

Se você pretende entrar na onda de se tornar vegano, é importante montar sua dieta com um profissional nutricionista. Porém, vale a pena conferir “Guia Alimentar de Dietas Vegetarianas para Adultos” que a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) divulgou para auxiliar na montagem do seu cardápio. Essa sociedade também disponibiliza nas suas redes sociais diversas receitas, dicas, notícias e informações importantes sobre o assunto, vale a pena conferir!

 

A Mais Vertentes consultou um especialista no assunto e adeptos dessa dieta. Confira!

 
 
Julia Mendoza

Nutricionista

 

Formada pelo Centro Universitário Izabela Hendrix, em Belo Horizonte- MG, cidade que atua desde que formou. Pós graduada em nutrição clínica esportiva e fitoterapia.

Qualquer um pode cortar tudo de origem animal da alimentação?

Por escolha ou por alguma restrição alimentar patológica, sim.

 

A dieta vegetariana pode trazer riscos à saúde?

Sim, se não for rica em nutrientes proveniente de verduras, frutas, cereais, leguminosas e etc… Não adianta ser vegetariano e comer só batata frita e arroz.

 

Podemos virar vegetarianos do dia pra noite ou é necessário um período de transição?

Bom, período de transição é importante para a adaptação do organismo e conscientização do indivíduo também. Mas, se for uma decisão consciente e bem orientada, não existe problema em se tornar vegetariano do dia para a noite.

 

Quais erros as pessoas cometem quando trocam para a dieta vegetariana estrita?

Exceder nos carboidratos refinados, tipo pão francês, batata frita... Também não se preocupar com o consumo de proteína vegetal.

 

Na sua opinião, quais são as principais vantagens ao adotar essa dieta? E existem desvantagens?

Além da questão ambiental e de proteção animal, o corpo humano se torna "mais limpo", melhora função intestinal, pelo consumo mais de fibras, melhora metabolismo devido ao consumo de menos industrializados… As desvantagens são em torno do não acompanhamento com um profissional adequado, onde o plano alimentar será elaborado para que não falte nenhum nutriente, principalmente a baixa de vitamina b12.

 

Para quem não consome nenhum produto animal, de onde vem as proteínas?

Dos vegetais, cereais, leguminosas (soja, ervilhas, lentilha, feijão...) e também cogumelos. São as melhores fontes.

 

Com relação ao consumo de soja, por que existe tanta polêmica?

Devido a quantidade de soja transgênica que encontramos, podendo alterar funções do nosso DNA.  

 

Acredita que seja necessário um maior acompanhamento nutricional de crianças veganas com relação a crianças não veganas?

Com certeza! A orientação deve ser desde o momento da introdução alimentar.

 
 

Bruno Bastos

Praticante de yoga

 

Bruno é sanjoanense, vegetariano, Instrutor de Yoga Integrativa, Instrutor de Hatha Vinyasa Flow e Terapeuta Reikiano no Instituto Seva, local no qual é proprietário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São João del ReiSão João del Rei - MG Notícias de São João del Rei - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 05h01
15°
Céu encoberto Máxima: 21° - Mínima: 15°
15°

Sensação

19.7 km/h

Vento

94.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Anúncio
Municípios
Banner Sessão Esportes
Últimas notícias
Banner Sessão Entretenimento
Mais lidas