Segunda, 27 de Setembro de 2021
29°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Anúncio
Política 7 de Setembro

Vertentes: Deputados mineiros e conhecidos na região das Vertentes se posicionam sobre manifestações de 7 de Setembro

Dr. Frederico (Patriota) e Lafayette Andrada (Republicanos) manifestam apoio ao presidente Jair Bolsonaro; Aécio Neves e Gustavo Valadares (PSDB) passaram despercebidos pelas manifestações

08/09/2021 às 17h45 Atualizada em 08/09/2021 às 18h22
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Arte: Mais Vertentes - Fotos: Reprodução / Câmara dos Deputados
Arte: Mais Vertentes - Fotos: Reprodução / Câmara dos Deputados

O feriado de 7 de Setembro, dia que se comemora a Independência do Brasil, foi marcado por manifestações favoráveis ou contrárias ao atual governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Confira como foram as manifestações em algumas cidades da região

Pelas redes sociais, deputados mineiros conhecidos na região do Campo das Vertentes se posicionaram favoráveis, outros contrários e teve ainda os que ficaram em cima do muro e passaram despercebidos pelo 7 de Setembro. Confira!

Favoráveis

Nos atos bolsonaristas, os apoiadores do presidente pediam por Intervenção Militar e pelo fim do Supremo Tribunal Federal (STF). Pelas redes sociais, o deputado federal, Dr. Frederico Mesquita (Patriota) saiu em apoio ao Presidente e afirmou que “Supremo é o Povo”. 

O também deputado federal, Lafayette de Andrada (Republicanos), publicou um vídeo do ato pró-Bolsonaro e "comemorou" o 7 de Setembro.

Já o deputado federal, Domingos Sávio (PSDB), também se manifestou, timidamente, em favor do presidente Jair Bolsonaro. Usando a bandeira do Brasil, o político disse: “É também o momento de renovar nosso sentimento de patriotismo e a determinação em continuar trabalhando por um país melhor. Essa nação que queremos cada vez mais justa, igualitária e fraterna”.

O deputado estadual, Gustavo Mitre (PSC), também declarou seu apoio aos atos pró-Bolsonaro e reverenciou a Independência do Brasil. Ressaltou que "a liberdade é uma conquista diária. A nossa luta é em busca de dias mais justos para que o povo e a nação sejam de fato independentes", declarou.

Contrários

Manifestantes contrários a Jair Bolsonaro foram às ruas pelo impeachment do presidente e em defesa da Constituição, por mais vacinas, alimentos e empregos. Nas redes sociais, o deputado federal, Reginaldo Lopes (PT), participou do 27º Grito dos Excluídos, em Belo Horizonte. O político ressaltou que o dia era de luta pela democracia e pela independência do nosso país. “O Brasil tem jeito!”, concluiu em sua postagem.

Já o deputado estadual, Cristiano Silveira (PT), declarou seu apoio ao Movimento Fora Bolsonaro e afirmou: “Eu quero um Brasil de esperança. Um país com democracia, educação e saúde, com valorização da ciência e da vida. Um Brasil onde o povo possa ser feliz de novo! Um Brasil sem Bolsonaro!”.

De olho na Presidência da República em 2022, o deputado federal, André Janones (Avante), foi contra os atos de 7 de Setembro e divulgou que "não dá mais pra permitir que uma minoria cheia de ódio continue intimidando uma maioria que só quer dignidade!".

Em cima do muro

Grandes lideranças do PSDB mineiro ficaram em cima do muro. Aécio Neves (PSDB) preferiu não se manifestar publicamente sobre os atos contrários ou favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro. Porém, Aécio Neves faz parte da bancada tucana que é bolsonarista, mesmo que não assumidamente, e vota com o governo com uma frequência alta: 84% segundo monitoramento feito pela plataforma Radar do Congresso. 

Já o deputado estadual, Gustavo Valadares (PSDB), também preferiu não se manifestar publicamente e também não enalteceu o Dia da Independência do Brasil.

O deputado estadual, Dorgal Andrada (Patriota), sobrinho de Lafayette Andrada, também não se posicionou publicamente sobre os atos de 7 de Setembro. O deputado optou por fazer uma homenagem ao patriarca da Independência do Brasil, José Bonifácio de Andrada e Silva, clã da família. "Hoje comemoramos 199 anos da independência do país. Mas o processo que veio a separar o Brasil de Portugal não começou nem terminou em apenas um dia. O movimento que culminou na independência, teve como um dos principais arquitetos José Bonifácio de Andrada e Silva, celebrado como Patriarca da Independência". 

 

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que eles querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias