Segunda, 21 de Setembro de 2020 07:20
32 999532355
Dólar comercial R$ 5,38 2.768%
Euro R$ 6,38 +2.776%
Peso Argentino R$ 0,07 +2.874%
Bitcoin R$ 61.041,06 -1.609%
Bovespa 98.289,71 pontos -1.81%
Economia Minas Gerais

Maia dá puxão de orelha em Zema e mineiros por irresponsabilidade fiscal

Advertência implícita também aos políticos mineiros que até agora se omitiram sobre a decisão irresponsável do governo.

11/02/2020 17h48 Atualizada há 7 meses
105
Por: Adriano Vianini Fonte: Novos Inconfidentes
(foto: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA CÂMARA)
(foto: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA CÂMARA)

A pretensão do governador Zema em aumentar os salários dos agentes de segurança pública surpreendeu o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. “Fiquei assustado quando vi que o governador de Minas mandou para Assembleia uma proposta de aumento na área da segurança”, afirmou em evento recente. A surpresa é em razão de algo já observado pelo Os Novos Inconfidentes: a atitude de Zema inviabiliza o ajuste fiscal do Estado. A  fala de Maia ainda é uma advertência implícita também aos políticos mineiros que até agora se omitiram sobre a decisão irresponsável do governo.

Após pressão de agentes da segurança pública no fim do ano passado, o governo se comprometeu com a categoria a lhe conceder um aumento de 13% em 2020 e de 24% nos próximos dois anos. Ao todo 37%.

“Você dá aumento sem nenhuma condição fiscal e depois vai inviabilizar a adesão de Minas ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF)”, comentou Maia. O RRF é a suspensão temporária do pagamento de parcelas de juros e parte da dívida pública estadual com o governo federal. Essa ajuda, porém, requer condições. Entre elas a não concessão de aumentos a qualquer categoria.

A crítica do presidente da Câmara não é à toa. Ele conhece bem o RRF. Em 2017 Maia ajudou o governo Temer a aprovar essa ajuda financeira. E seu estado, Rio de Janeiro, foi o primeiro a solicitá-la. Além disso, por chefiar a Câmara, ele conhece também a situação de penúria das contas públicas mineiras, as quais, com muito custo, conseguem arcar com as remunerações de servidores.

Quando a proposta de Zema foi anunciada no fim de 2019, o assunto foi praticamente ignorado na imprensa mineira, à exceção do site Os Novos Inconfidentes. O nosso site chegou inclusive a  calcular os possíveis impactos financeiros. Os números extraoficiais mostram a anulação dos efeitos do regime fiscal na medida em que o gasto maior para os cofres públicos será proporcional ao  valor a ser economizado com o programa de ajuste.

A intenção do governo já foi encaminhada à Assembleia, onde nenhum deputado a criticou, nem mesmo os da oposição. A fala de Maia é um “puxão de orelha” aos mineiros.

O silêncio dos grandes veículos de comunicação sobre críticas ocorre desde quando a proposta foi anunciada. No segundo semestre, o governo abriu os cofres às campanhas de publicidade veiculadas em veículos de imprensa do estado.

Por: Marcelo Gomes / Novos Inconfidentes

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São João del Rei - MG
Atualizado às 07h03 - Fonte: Climatempo
14°
Chuva

Mín. 14° Máx. 22°

14° Sensação
27.3 km/h Vento
83.7% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 18°

Chuvoso
Quarta (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 19°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias