Quarta, 25 de Maio de 2022
12°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Polícia Feminicídio

Barbacena: Delegacia de Atendimento à Mulher conclui inquérito de feminicídio de 2020

Polícia Civil encerrou a investigação sobre morte de mulher de 25 anos; o namorado da vítima foi indiciado após evidências apontarem crime passional

19/10/2021 às 12h30
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Foto: Divulgação / PCMG
Foto: Divulgação / PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu, nesta terça-feira (19), o inquérito policial acerca de um feminicídio ocorrido no município de Barbacena, em setembro de 2020. O crime foi elucidado através do empenho da equipe de policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, com o apoio da equipe de policiais civis responsável pela apuração dos crimes de homicídio. 

Na ocasião, a vítima, de 25 anos, foi encontrada sem sinais vitais, caída no chão de um dos quartos de sua residência e com um ferimento no tórax, causado por disparo de arma de fogo. Inicialmente, o suspeito, de 47 anos e que era namorado da vítima, afirmou que a mesma teria cometido suicídio.

Através das investigações e diligências que obtiveram diversas provas e evidências, foi apurado se tratar na realidade de um crime passional, onde o suspeito tirou a vida da namorada por ciúmes.

Diante dos fatos, a autoridade policial responsável pelo caso indiciou o investigado pelo crime de feminicídio, crime no qual a pena pode ser de 12 a 30 anos de prisão. As investigações foram encerradas e o inquérito policial encaminhado à Justiça para as providências legais cabíveis.

 

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que eles querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias