Segunda, 27 de Junho de 2022
12°

Muitas nuvens

São João del Rei - MG

Geral Religião

São João del-rei: Recém-eleito Bispo, Padre Dirceu Medeiros comenta sobre os ataques sofridos pela Igreja Católica: “Inadmissível”

Em coletiva após anúncio de sua nomeação como Bispo de Camaçari, na Bahia, Monsenhor Dirceu de Oliveira Medeiros também falou sobre o que sentirá falta em Minas Gerais; conheça o padre de Barroso e sua agenda na região

29/10/2021 às 13h18 Atualizada em 29/10/2021 às 15h56
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Na foto, padre Geraldo Magela, Mons. Dirceu e Dom José Eudes, durante a coletiva de imprensa. Foto: Davis Ferreira / Mais Vertentes
Na foto, padre Geraldo Magela, Mons. Dirceu e Dom José Eudes, durante a coletiva de imprensa. Foto: Davis Ferreira / Mais Vertentes

Na manhã desta sexta-feira (29), a Diocese de São João del-Rei promoveu uma coletiva de imprensa com o recém-nomeado Bispo, Monsenhor Dirceu de Oliveira Medeiros. Natural de Barroso, no Campo das Vertentes, Pe. Dirceu como é conhecido trilhou seu caminho pelas paróquias da região. A partir de 2022, Pe. Dirceu se despede das Vertentes para comandar a Diocese de Camaçari, na Bahia.

Padre Dirceu integra ao clero diocesano de São João del-Rei e atualmente exerce o cargo de Subsecretário Adjunto Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A coletiva de imprensa de Monsenhor Dirceu aconteceu na companhia do Bispo de São João del-Rei, Dom José Eudes, e do Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, o Vigário Geraldo Magela. 

Durante a coletiva, Monsenhor Dirceu contou como recebeu a notícia de sua nomeação. De acordo com ele, foi convocado para uma reunião com o Núncio do Papa no Brasil, o arcebispo Dom Giambattista Diquattro, no dia 11 de outubro, em Brasília. Na tarde deste dia, o arcebispo leu a Carta de Nomeação enviada pelo Papa ao Monsenhor Dirceu, que afirmou que é muito emotivo e chorou muito antes de “renovar seu ‘sim’” e realizar o juramento com a mão sobre a Bíblia.

Dom José Eudes contou que recebeu a notícia no dia 13 de outubro, em uma conferência online com o Núncio, Dom Diquattro, e o até então Bispo de Camaçari, Dom João Carlos Petrini. Vale lembrar que a nomeação de Pe. Dirceu se deu a  partir do pedido de renúncia apresentado por dom João Carlos Petrini por motivo de idade, conforme o cânon 401 do Código de Direito Canônico.

A ordenação episcopal será no dia 04 de dezembro na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, em São João del-Rei, e sua posse em Camaçari será no dia 19 de fevereiro de 2022. Devido a pandemia, a celebração será restrita, porém será transmitida nas redes sociais da Diocese de São João del-Rei.

Confira aqui a mensagem de agradecimento do Monsenhor Dirceu de Oliveira Medeiros a toda a Diocese.

Na foto, Mons. Dirceu de Oliveira Medeiros e o Bispo Dom José Eudes
Foto: David Ferreira / Mais Vertentes

Ataques à Igreja

Questionado sobre os recentes ataques sofridos pelo Bispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, a própria CNBB e o Papa Francisco, pelo Deputado Frederico D’Ávila (PSL), Monsenhor Dirceu afirmou que lamenta que alguns grupos, até mesmo dentro da Igreja, começam a atacar a figura do Papa.

“Lamentável. A CNBB reagiu àquela atitude, de maneira firme. E vai continuar reagindo de maneira firme, porque isso é inadmissível. Uma coisa é discordar de alguém, outra coisa é baixar o nível, começar a agredir e cometer até crimes”, comentou o Monsenhor.

“Acho que o nosso trabalho é insistir sempre no diálogo. Alguém pode achar que isso é romantismo, mas as pessoas precisam entender. Vai chegar uma hora que eles vão entender que o caminho não é esse. Nós vivemos um tempo de muita polarização e o papel da Igreja é mostrar que fé e razão caminham juntos, que a gente precisa valorizar a ciência, que a gente precisa valorizar o bom senso”, pontuou o Monsenhor.

O Pe. Dirceu citou ainda o Papa Francisco, ao relembrar seu texto “Fratello tutti”, reafirmando que é necessário valorizar os pensamentos diferentes e que, só assim, “a humanidade vai avançar”. “O importante é o respeito e não podemos admitir que a nossa fé católica seja atacada. Vamos construir pontes e não muros”, conclui o novo Bispo de Camaçari/BA.

Lembranças das Minas Gerais

Durante toda a coletiva, Monsenhor Dirceu reforçou sua paixão por sua região natal e sobre a importância que dá para suas raízes. Quando questionado sobre o que sentiria falta quando deixar Minas Gerais, bem humorado, o Monsenhor respondeu: “Do pão de queijo”. Sob alguns risos, o padre afirmou que pão de queijo original só o de Minas Gerais.

Brincadeiras à parte, Monsenhor Dirceu afirmou que sentirá falta das pessoas. “A gente sente falta dos amigos. A gente que é mineiro gosta de procurar um parente, e essas coisas, em cidade grande, já não existem. Cada rosto e cada pessoa é precioso em nossas vidas, porque nós somos criados para o encontro, para construir fraternidade”, comentou Monsenhor Dirceu reforçando que sentirá bastante falta do pão de queijo, sim.

Foto: Reprodução / Diocese de SJDR

Quem é o novo Bispo de Camaçari/BA

Padre Dirceu de Oliveira Medeiros nasceu em 28 de março de 1973, em Barroso, Minas Gerais. Filho de Paulo Garcia de Medeiros e Manoela de Oliveira Medeiros, Dirceu cursou ensino fundamental e médio na Escola Estadual Francisco Antônio Pires, na cidade natal.

Ingressou em 1995 no Seminário São Tiago, da Diocese de São João del-Rei, situado em Juiz de Fora (MG). Cursou filosofia de 1995 a 1997 no Instituto Teológico Arquidiocesano Santo Antônio. Possui Licenciatura Plena em filosofia pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Cursou Teologia de 1998 a 2001, também em Juiz de Fora, e possui o título de Bacharel em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).

Foi ordenado diácono em 28 de julho de 2001 na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, em São João del-Rei, e presbítero em 15 de dezembro do mesmo ano, na Paróquia de Sant’Ana, em Barroso. Em 2015, participou no Convento do Ecce Homo, em Jerusalém, do curso de aprofundamento bíblico e arqueologia bíblica promovido pelos filhos e filhas da Congregação de Sion. Lecionou nos cursos de Teologia para Leigos na Diocese de São João del-Rei e no Instituto Arquidiocesano Santo Antônio, em Juiz de Fora.

Na Diocese de São João del-Rei exerceu diversas funções: animador diocesano das Campanhas da Fraternidade, Vigário Forâneo, Vigário Geral e, de 2018 a 2019, foi Administrador Diocesano. No Regional Leste 2, da CNBB, foi coordenador da Comissão de Bens Culturais da Igreja. Foi Vigário Paroquial na Paróquia Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos em São João del-Rei de 2002 a 2004, e Pároco na Paróquia Nossa Senhora da Conceição na cidade de Prados (MG).

Desde junho de 2019 exerce a função de Subsecretário Adjunto Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), residindo em Brasília-DF.

Foto: Reprodução / Diocese de SJDR

Seu Brasão Episcopal

O Bispo eleito de Camaçari escolheu como lema: “In verbo tuo”(Lc 5,5), em tradução: “Na tua Palavra”, passagem retirada da Bíblia. O novo bispo explicou que o brasão tem como função expressar as especificidades de cada Bispo, “uma vez que todos somos diferentes”, afirmou. Confira abaixo a explicação do brasão, retirada diretamente da Diocese de São João del-Rei.

Só realiza a vontade de Deus quem conhece a sua Palavra e nela está enraizado. Fazer a vontade de Deus é também estar disposto a entregar a própria vida, simbolizada nas cores vermelhas que sustentam o brasão. Indica o sangue a ser derramado por Cristo; o sangue por Cristo derramado e presente na Eucaristia.

No centro do campo vermelho encontra-se a Oliveira frutada e perfilada de ouro. O Bispo é ungido para evangelizar os aflitos de coração. Sobre o seu tronco o Evangelho de prata e ouro com as insígnias Alfa e Ômega, símbolo da Palavra de Deus, onde tudo começa e acaba. Em atenção a esta palavra, o bispo é chamado a lançar as redes. A oliveira também faz referência ao sobrenome da família do Bispo.

No alto do Brasão à esquerda temos a lira de ouro fazendo referência à Diocese de origem do novo bispo: a Sé São-joanense, terra da música. Instrumento que remonta ao livro do Eclesiástico 32, 5: “Non impedias musicam” (Não impeça a música). Assim, o bispo se coloca já como um maestro que tem como missão reger a bela sinfonia em vista da comunhão diocesana.

À direita do Brasão temos uma estrela, clara referência à Virgem Maria, Estrela da Evangelização. Por conseguinte, assim lemos na Pastores Gregis: “o Bispo encontrará na santa Mãe de Deus uma mestra na escuta e cumprimento solícito da Palavra de Deus, no discipulado fiel ao único Mestre, na firmeza da fé, na esperança jubilosa e na ardente caridade”. O Santo Cura d’Ars gostava de repetir: “Depois de nos ter doado tudo aquilo que podia oferecer, Jesus Cristo ainda nos quer tornar herdeiros de quanto Ele possui de mais precioso, ou seja, a sua Santa Mãe” (B. Nodet, Il pensiero el'anima del Curato d’Ars, Turim 1967, pág. 305).

O chapéu e as franjas são símbolos da dignidade episcopal entendida como um serviço à comunidade diocesana, da qual o bispo é pastor. Lembra Jesus Cristo, cabeça da Igreja, seus 12 apóstolos, a sucessão e a colegialidade dos bispos com o Papa.

A cruz é símbolo da máxima e definitiva doação de Jesus Cristo por amor ao Pai e à humanidade. Nesse sentido, a cruz presente neste brasão simboliza o gesto do bispo de doar a própria vida a serviço de Cristo e dos irmãos e irmãs.

O brasão foi concebido pelos heraldistas Pe. Patriky Samuel Batista e Camilo Alves Luís. Monsenhor Dirceu reforçou que a Igreja Católica é cheia de Simbolismos e afirmou que “um símbolo fala mais que palavras”.

Programação

Devido à pandemia da Covid-19, a Diocese de São João del-Rei organizou algumas celebrações em ação de graças a eleição do novo Bispo. Segue abaixo a programação completa:

Celebrações (Antes da Ordenação)

Tríduo – 01, 02 e 03 de dezembro – 19h

Participação de Mons. Dirceu de Oliveira Medeiros – Bispo eleito da Diocese de Camaçari

Dia 01/12 – Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Dia 02/12 – Matriz de Sant’ana do Barroso

Dia 03/12 – Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar (Juramento de fidelidade e profissão de fé)

Dia 04/12 – 09h:30 Ordenação Episcopal na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar

Celebrações (Após A Ordenação)

Paróquia de Sant’ana do Barroso

Dia 05 de dezembro – 19h

Paróquia Nossa Senhora Conceição de Prados

Dia 08 de dezembro – 19h

Foranias

Forania de Nossa Senhora do Pilar

Dia 07/12 – 19h (S. José do Tijuco)

Forania de Nossa Senhora de Nazaré

Dia 09/12- 19h (Santuário de Nossa Senhora de Nazaré) 1 ano de falecimento de Pe. Fábio José Damasceno

Forania de Sant’ana de Lavras

Dia 10/12 – 19h (São Judas Tadeu)

Forania Senhor Bom Jesus de Matosinhos

Dia 11/12 – 19h (Santuário do Bom Jesus)

Forania de Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação

Dia 14/12- 19h (Andrelândia)

Forania de Nossa Senhora da Conceição

Dia 15/12 – 19h (Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima). Celebração de 20 anos de ordenação sacerdotal de Dom Dirceu.

O portal Mais Vertentes agradece ao Monsenhor Dirceu, a Diocese de SJDR e deseja saúde e fé ao novo Bispo de Camaçari.

 

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que eles querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias