Google Adsense Topo
Carnaval 2020

Bloco Unidos da Cambalhota completa 20 anos levando centenas de foliões ao centro de SJDR

Um dos blocos mais tradicionais da cidade e responsável pela revitalização do carnaval de SJDR anuncia uma provável “saideira” e diz se preocupar com o futuro do carnaval da cidade

22/02/2020 18h18Atualizado há 2 meses
Por: Adriano Vianini
1.570
Foto: João Paulo Guimarães
Foto: João Paulo Guimarães

O bloco Unidos da Cambalhota reuniu hoje (21), às 16 horas, no centro histórico de São João del-Rei, centenas de foliões para o carnaval da cidade histórica. A tarde quente de sol (quase 30 graus) e sem chuvas ajudaram na belíssima festa organizada por um grupo de amigos cujo bloco completou 20 anos e se transformou em um dos mais tradicionais da cidade.

Cheio de histórias e recordações, o bloco Unidos da Cambalhota é um dos símbolos do carnaval São-Joanense "com juventude, amor pelo samba e paixão por São João del-Rei”, contou um dos organizadores, Dudu Camarano.

Em tom saudosista, Camarano contou que o bloco nasceu em 2001 por um grupo de amigos que, segundo ele, se atreveu a botar um bloco na rua. "Era um momento difícil. Nosso carnaval de rua estava abandonado, sobrevivendo graças aos poucos blocos que ainda tinham disposição para isso (Alvorada, Copo Sujo, Chácara, Bandalheira etc.). Os turistas, infelizmente, procuravam outras cidades e nem se lembravam (ou sabiam) que o nosso carnaval, um dia, havia sido considerado o terceiro maior do Brasil”, conta ele.

Camarano contou ainda que, no início, o bloco foi para a rua com um tarol, um repique e um tantã, feito de surdo, mas que em pouco tempo estava formada uma bateria que cadenciava sambas do próprio bloco, além das mais variadas composições do Rio de Janeiro e São João del-Rei. "Tivemos o privilégio de ser acolhidos pela turma dos blocos do Copo Sujo e Chácara, talvez por que eles enxergavam em nós a esperança de um futuro melhor. E não foram poucos sambas que fizemos juntos”, contou.

A história do bloco também é repleto de inovação e boas memórias. "Inovamos com diversos estandartes, fogos (quando o poder público ainda pouco interferia nos desfiles - o que era uma ajuda), balões, faixas, leques com o samba... Crescemos, fomos incentivo ao surgimento de novos blocos e, por que não, a uma revitalização do nosso carnaval”. Mas também faz uma auto-crítica construtiva, na qual, segundo Camarano, “passamos por várias discordâncias internas e externas. Normal. Ninguém é unanimidade. Tivemos nossos erros e temos os nossos defeitos, mas tentamos ao máximo respeitar o nosso público e, principalmente, engrandecer o carnaval de São João del-Rei", ressaltou.

Segundo um dos organizadores, este pode ter ser o último ano do bloco no carnaval São-Joanense por diversas dificuldades. "Acabamos de pedir a saideira”, divulgou nas redes sociais.

O bloco Unidos da Cambalhota, entre outros blocos e escolas de samba, tiveram uma série de dificuldades neste ano de carnaval. O Cambalhota, por exemplo, teve que mudar o tradicional percurso onde tinha a concentração no Largo de São Francisco (cartão postal da cidade) para o Largo do Tamandaré. Passava pelo Largo do Rosário, Matriz N. S. Do Pilar, descendo a rua Artur Bernardes e encerrando na famosa “Esquina do Kibon”, também no centro. Porém, neste ano, os organizadores, desapontados, disseram que "precisaram cumprir certas normas de organizações e autoridades cujo poder de decisão é muito maior que o nosso”, citando as “novas regras” impostas pela Associação das Escolas de Samba, Blocos e Ranchos de São João del-Rei (Aesbra), por questões de horários, e o Corpo de Bombeiros, que proibiu os blocos de passarem sobre as pontes. As novas instruções, segundo os organizadores, também inviabilizaram o percurso tradicional "que incluía as pontes do Rosário e da Cadeia. Sendo assim, foi preciso optar por apenas um dos lados do Córrego do Lenheiro. É doloroso abrir mão do lado onde está a belíssima Igreja de São Francisco”, publicaram em nota.

Por fim, também fez um desabafo sobre o futuro do carnaval São-Joanense. "Enquanto meros foliões, nossa principal preocupação não é o percurso do Cambalhota, mas é para onde vai o Carnaval de São João del-Rei. Torcemos para que siga sempre por um bom caminho”, comentou Dudu Camarano. E concluiu que "a hora é de celebrar. Acabamos de pedir a saideira. Se será só uma, ainda não sabemos. Independentemente disso, curta o nosso samba e desfile sua alegria junto da gente”, finalizou um dos organizadores do bloco.

São João del ReiSão João del Rei - MG Notícias de São João del Rei - MG
São João del Rei - MG
Atualizado às 00h40
19°
Muitas nuvens Máxima: 19° - Mínima: 12°
19°

Sensação

1 km/h

Vento

87%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Anúncio
Municípios
Banner Sessão Esportes
Últimas notícias
Banner Sessão Entretenimento
Mais lidas