Quinta, 20 de Janeiro de 2022
20°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Cidades Chuvas

Vertentes: Chuvas provocam deslizamentos e alagamentos em diversas cidades da região

Pontos de alagamentos foram registrados em São Gonçalo do Sapucaí, Virgínia, Pouso Alto, Congonhal e Pouso Alegre; estradas ficaram bloqueadas

07/01/2022 às 10h39 Atualizada em 07/01/2022 às 13h56
Por: Anna Lara Resende
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Defesa Civil
Foto: Reprodução/Defesa Civil

A chuva não tem dado trégua para muitas cidades do Sul de Minas e algumas já estão sofrendo com problemas de inundações, alagamentos e deslizamentos de terra. Entre esta quarta-feira (05/01) e quinta-feira (06/01), pontos de alagamentos foram registrados em São Gonçalo do Sapucaí, Pouso Alto, Virgínia, Congonhal e Pouso Alegre. A Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, prefeituras e demais forças de segurança estão acompanhando os níveis dos rios e ribeirões e as casas que estão sob ameaça devido às chuvas.

Pouso Alegre

Nesta quinta-feira (06/01), devido ao volume de chuvas, 13 famílias precisaram deixar suas casas no bairro São Geraldo, em Pouso Alegre, e estão desalojadas. A Rua Nova é uma das mais atingidas, próximo à Lagoa da Banana e segundo moradores a água continua subindo mesmo nos períodos em que não há chuva.

De acordo com uma moradora do bairro, “duas pessoas ontem (quarta-feira – 05/01) foram dormir no albergue, mais como a água mesmo sem chuva está subindo, tem casas lá que encheram. A Defesa Civil esteve lá pegou o nome das pessoas e disseram que iriam pôr uma bomba pra drenagem da água”, contou. 

A Defesa Civil havia divulgado um balanço na tarde desta quarta-feira (05/01), afirmando que os rios Sapucaí Mirim e Mandu estão com cerca de três metros acima do nível normal. Entramos em contato com a Prefeitura Municipal para falar sobre a situação do bairro, mas não obtivemos retorno.

Foto: Defesa Civil
Foto: Defesa Civil

 

Pouso Alto

Pouso Alto é uma das cidades mais atingidas da região nesta semana. O ribeirão que corta o centro da cidade transbordou e alagou várias ruas, deixando moradores e autoridades em alerta. Vídeos mostram a força da água e a preocupação de moradores que tiveram as casas invadidas pela enxurrada.

Os bairros Sengó e Boa Vista amanheceram inundados após as chuvas da madrugada desta quinta-feira (06/01). No bairro Ribeirão, na zona rural, um bueiro estourou criando um grande buraco que comprometeu parte de uma estrada no local. O pátio do Laticínio Lactalis (antigo Boa Nata), que fica as margens da BR-354, ficou inundado.

“Meu marido trabalha lá e saiu as 4 horas da manhã pra trabalhar. Até agora (9 horas) não conseguiu chegar no serviço. Passei a manhã agoniada esperando a mensagem se ele havia chegado como em todos os dias ele faz, pois sabia como foi a chuva forte a noite toda. Triste em ver tanto vídeos de prejuízos causado pela chuva”, comentou uma moradora de Pouso Alto nas redes sociais.

A Defesa Civil da cidade emitiu um alerta aos moradores de que haverá chuva persistente com tempestades embebidas entre o Noroeste de Minas e a Zona da Mata, região esta com acumulados significativos de chuva nas próximas 72 horas. Já a prefeitura afirmou que trabalha para solucionar os problemas.

Virgínia

A chuva também atingiu a cidade de Virgínia nesta quinta-feira (6) e causou transtornos, danificando estradas rurais no município. Um bezerro morreu ao cair de uma barreira na zona rural. Não há relatos de desalojados e desabrigados.

São Gonçalo do Sapucaí

No final da tarde desta quarta-feira (05/01), um alagamento atingiu o centro de São Gonçalo do Sapucaí, deixando ruas alagas e moradores e comerciantes ilhados.

Congonhal

Em Congonhal, as chuvas que caíram na cidade fizeram dois córregos transbordarem. A água de um dos córregos atingiu a BR-459, entre Pouso Alegre e Congonhal, no início da noite desta quarta-feira (05/01). De acordo com o prefeito Moisés da Autopeças (Republicanos), os pontos de alagamentos foram causados pelo grande volume de chuva que caiu na Serra dos Coutinhos. A Defesa Civil e a Polícia Militar estiveram no local e monitoram a situação. Não houve danos e nem feridos.

Foto: print de vídeo enviado por moradores
Foto: Reprodução vídeo/Redes Sociais

 

Deslizamentos nas estradas

Motoristas enfrentaram problemas em algumas estradas da região, devido à deslizamentos de terra causados pelas chuvas que caíram no Sul de Minas. Um congestionamento de mais de 16km se formou durante a madrugada na Fernão Dias, sentido São Paulo, no trecho de Três Corações. Por volta das 20h30, a queda de uma árvore de grande porte interrompeu o tráfego na rodovia no km 744. Muitos galhos ficaram espalhados pela via. De acordo com a concessionária, a equipe de retirada teve dificuldade de chegar ao trecho devido ao congestionamento que teve reflexo de um acidente que havia acontecido uma hora antes.

O trabalho de retirada começou por volta das 21h, quando os galhos e tronco foram cortados. O congestionamento chegou a 13km por volta de 1h50, quando houve deslizamento de terra do local onde estava a árvore. Durante a madrugada foi feita a limpeza do local. Somente após 3h da manhã as faixas da via foram liberadas. Antes do amanhecer, às 4h30 o congestionamento chegava a 15km.

Já na BR-460, rodovia de acesso a São Lourenço, três árvores caíram e bloquearam a via. Foi necessário muito trabalho de funcionários e máquinas da Prefeitura de São Lourenço para que a pista pudesse ser liberada, o que só aconteceu por volta das 12h.

Foto: Roger Nogueira
Foto: Roger Nogueira

 

E na BR-354, na serra de Caxambu, duas árvores caíram e também bloquearam o trânsito nos dois sentidos devido ao temporal da madrugada desta quinta-feira (06/01). Por volta das 7h, equipes ainda trabalhavam para retirada da sujeira. A pista foi totalmente liberada por volta das 14h30; mas ainda existiam algumas barreiras em meia pista na serra em Itamonte, segundo o DNIT.

Com informações: Portal Terra do Mandu*

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que os poderosos querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

 
 
 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias