Sábado, 25 de Junho de 2022
15°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Cidades Tragédia

Minas Gerais: Rocha desaba em Capitólio e atinge embarcações; sete mortes foram confirmadas pelos Bombeiros

De acordo com o Corpo de Bombeiros, cerca de 20 pessoas estão desaparecidas

08/01/2022 às 15h07 Atualizada em 09/01/2022 às 09h54
Por: Thais Marques
Compartilhe:
Rocha desabou sob turistas no início da tarde deste sábado (08) em Capitólio. Foto: Reprodução vídeo/Redes Sociais
Rocha desabou sob turistas no início da tarde deste sábado (08) em Capitólio. Foto: Reprodução vídeo/Redes Sociais

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais confirmou no começo da tarde deste sábado (08) um acidente envolvendo 10 embarcações na região do Lago de Furnas, em Capitólio, após o desabamento de uma rocha. Até o momento, sete mortes foram confirmadas pelos militares. Segundo os Bombeiros, cerca de 20 pessoas foram diretamente afetadas pelo. Marinha informou que vai abrir inquérito para investigar as causas e os desdobramentos que levaram ao desabamento da rocha no local.

O Tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de MG, confirmou que uma pessoa morreu e disse que o quadro pode evoluir para um segundo óbito. Por volta das 16h10 deste sábado (08), os Bombeiros confirmaram o segundo óbito. Entre quinze e vinte pessoas diretamente afetadas pelo incidente.

Ainda de acordo com os Bombeiros, o acidente pode ter relação com uma tromba d'água, em decorrência das chuvas na região. Ocorrências envolvendo episódios de tromba d'água na região do Lago de Furnas estavam sendo feitas desde essa sexta-feira (08).

O Corpo de Bombeiros segue atuando no local e informou, através de nota, que em breve atualizará mais informações sobre o incidente.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o prefeito de Capitólio, Cristiano Silva (PP), disse que devido ao incidente "a preocupação com o turismo é secundária". O chefe do Executivo também disse que tem recebido apoio de prefeituras próximas para a logística de resgates e internações das vítimas do incidente.

O Prefeito também disse que "foi um desastre natural" e que "está assustado". Contudo, a Defesa Civil de Minas Gerais emitiu um alerta na manhã deste sábado (08) para as fortes chuvas e recomendou que as cachoeiras fossem evitadas. "Chuvas intensas na região com possibilidade de ocorrência de Cabeça D'água nos municípios de Capitólio, São João Batista do Glória e São José da Barra. Evite cachoeiras no período de chuvas", disse a Defesa Civil.

Importante ressaltar que cabeças d'água são decorrentes de fortes enchentes, enquanto as trombas d'água estão associadas a ventos fortes, em rotação, sobre a água.

Marinha investiga o caso

A Marinha brasileira informou, neste sábado (08), que vai abrir um inquérito para investigar as causas e circunstâncias do desabamento de rocha na cidade de Capitólio.

“A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG”, afirmou a assessoria da Marinha em nota.

O comunicado complementa que a Delegacia Fluvial de Furnas deslocou imediatamente equipes de Busca e Salvamento para o local para prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio e no auxílio de outros órgãos que atuam no local.

Um vídeo que circula nas redes sociais, cuja veracidade foi confirmada pelos bombeiros, mostra o momento em que um grande bloco de pedras desaba na água, onde é possível ver três lanchas, das quais duas estavam próximas do desabamento. Confira o vídeo aqui!

 

A matéria está em atualização.

Com informações: CNN Brasil*

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que os poderosos querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias