Quinta, 20 de Janeiro de 2022
20°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Geral Tragédia

Capitólio: Número de mortes sobe para 10 e mais de 30 feridos. Corpo de Bombeiros retomam buscas por fragmentos nesta segunda-feira

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais declarou que não há mais vítimas declaradas desaparecidas e o número final de mortos é 10

10/01/2022 às 10h21 Atualizada em 10/01/2022 às 10h39
Por: Anna Lara Resende
Compartilhe:
Mais três das 10 vítimas da queda do paredão em Capitólio são identificadas; saiba quem são — Foto: Montagem/g1
Mais três das 10 vítimas da queda do paredão em Capitólio são identificadas; saiba quem são — Foto: Montagem/g1

Na manhã de hoje (10), Pedro Aihara, porta-voz e tenente do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, informou que acredita que 10 seja o número final de fatalidades na tragédia do Lago de Furnas, em Capitólio (MG), que deixou 32 pessoas feridas.

"A princípio, o número final é de dez mortos. Por que a gente permanece com essas operações em Capitólio? Porque, por mais que nós já tenhamos recuperado esses dez corpos, devido ao impacto, a violência dessa colisão da rocha com algumas das vítimas, nem todos os corpos foram recuperados de forma íntegra. Então, infelizmente, alguns corpos foram segmentados com o impacto da rocha”, disse Aihara. O tenente ainda alegou que não há mais vítimas declaradas como desaparecidas.

Aihara explicou que hoje é o dia limite para o Corpo de Bombeiros ter uma definição acerca da data para finalizar as buscas e realizar o restante da investigação para que seja feito o inquérito do acidente. De acordo com o porta-voz, a reavaliação para o fim dos trabalhos vai depender da recuperação dos fragmentos corpóreos menores das vítimas e dos destroços das lanchas. Pedro Aihara ainda alegou que não há vítimas declaradas como desaparecidas e a maioria sofreu ferimentos leves, com exceção de duas que tiveram fraturas expostas e tiveram que passar por cirurgias. 

"Amanhã, possivelmente, ainda haverá necessidade de algum empenho do nosso Corpo de Bombeiros com alguns mergulhadores e, à medida que a gente for conseguindo recuperar todo esse material, vai optar pela finalização da operação", concluiu Aihara.

O Corpo de Bombeiros retomou, nesta segunda-feira (10), as buscas por fragmentos de pessoas e por objetos no Lago de Furnas, em Capitólio (MG). O material poderá ser usado nas investigações da Polícia Civil.

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que os poderosos querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias