Quinta, 20 de Janeiro de 2022
19°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Saúde Covid-19

São João del-Rei: Com diversos profissionais de saúde afastados por Covid, municipío registra mais 122 novos casos em 24hs

Secretário Municipal de Saúde reconhece problemas na UPA e postos de saúde e informa que o município está com vários profissionais afastados por Covid ou Influenza, além do déficit de 15 a 17 médicos para o município.

13/01/2022 às 19h24 Atualizada em 13/01/2022 às 21h28
Por: Adriano Vianini
Compartilhe:
Arte: David G. Ferreira / Mais Vertentes
Arte: David G. Ferreira / Mais Vertentes

Nesta quinta-feira (13), a Secretaria Municipal de Saúde de São João del-Rei informou mais 122 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. De acordo com o novo Boletim Epidemiológico, com essa atualização, o município soma 11.027 casos positivos, 10.096 recuperados e 242 óbitos, desde o início da pandemia. Já em quarentena, o número de pacientes chega a 690.

Quanto ao quadro de internações, o município também aumentou o número de pacientes na ala Covid-19 das casas de saúde: 24 pacientes, sendo 13 na Santa Casa da Misericórdia, incluindo uma criança; cinco pacientes no Hospital de Nossa Senhora das Mercês; e seis na UPA. Destas internações, dois pacientes utilizam respiração mecânica.

Em entrevista ao Pop News nesta quinta-feira (13), o Secretário Municipal de Saúde, René Fernandes, disse estar preocupado com o aumento da Covid-19 e da Influenza H3N2 no município. Porém, informou que a Prefeitura ainda não fará mudanças e nem restrições, mas que "acompanha diariamente os boletins".

Sem citar números, o Secretário informou que há muitos profissionais de saúde afastados em decorrências da Covid e da Influenza. Ele ressaltou ainda que muitos dos profissionais que estão trabalhando precisam dobrar escala - por causa do déficit - e, com isso, estão esgotados. "São dois anos trabalhando incansavelmente e, além disso, também estão esgotados mentalmente". 

O Secretário também reconhece que falta cerca de 15 a 17 médicos para o município e que, segundo ele, é consequência do Concurso Público no qual "alguns foram demitidos ou outros pediram demissão para não ficar na equipe de transição". Segundo o secretário, o Mais Médicos do Ministério da Saúde ainda não foi renovado.

Ele informou ainda que a demora no atendimento da UPA se deve ao fato da instituição estar com apenas três médicos de plantão. E, além do atendimento externo, os mesmos também são responsáveis por todo o atendimento dos pacientes internados. Ele ressaltou estar trabalhando para reduzir o tempo de espera, mas pede a colaboração e compreensão da população. René também disse que precisará migrar médicos para outros pontos de atendimento para suprir a falta de profissionais.

René Fernandes disse que o momento não é para festas. Segundo o Secretário, a Prefeitura pode reavaliar restrições e protocolos para tentar conter o avanço de novos casos. Porém, segundo o Secretário, "no momento não haverá mudanças". Para ele, o motivo dos recordes de novas infecções por Covid-19 no município se deve ao fato das viagens e festas de fim de ano.

Novo centro de testagem rápida para Covid-19

Por causa da aglomeração no Posto de Triagem do Matosinhos, o Secretário informou que à partir de terça-feira (18), haverá um novo Centro de Testagem Rápida que ficará na Rua Quintino Bocaiúva, ao lado da agência Caixa Econômica Federal, no centro, com profissionais que realizarão a testagem rápida de pessoas com sintomas da Covid-19. Porém, o Secretário reforça que a testagem só ocorrerá naqueles que estiverem com sintomas há cinco dias ou mais. Neste sábado (15), domingo (16) e segunda-feira (17), o atendimento continuará no Posto de Triagem do Matosinhos, mas a proposta é que a testagem rápida para Covid-19 seja centralizada no novo endereço.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias