Quinta, 20 de Janeiro de 2022
20°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Meio Ambiente 2º tremor

Divinópolis: Terra volta a tremer em menos de 72 horas

Novo tremor de baixa magnitude ocorreu nesta quinta-feira, segundo o Centro de Sismologia da USP

14/01/2022 às 10h10 Atualizada em 14/01/2022 às 10h32
Por: Anna Lara Resende
Compartilhe:
Foto: Reprodução/ Prefeitura de Divinópolis
Foto: Reprodução/ Prefeitura de Divinópolis

Após sentir um abalo sísmico na noite da última segunda-feira (10), a terra voltou a tremer em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Segundo o Centro de Sismologia da Universidade Federal de São Paulo, desta vez o tremor teve baixa magnitude, de 2.9 segundo a Escala Richter, e foi registrado na tarde de ontem (13).

De acordo com a Rede Sismográfica Brasileira (RSBR), os tremores de magnitude entre 2 e 4 são semelhantes ao impacto da passagem de um veículo grande e pesado. Conforme nota publicada pela USP, na terça-feira, (11), o epicentro seria o Centro Industrial de Divinópolis, no bairro Icaraí e sua profundidade deve ser de poucos quilômetros, não sendo possível determinar com precisão.

“Pequenos tremores de terra podem ocorrer em qualquer lugar do Brasil, e se devem a movimentação em falhas ou fraturas geológicas na crosta terrestre. Uma magnitude de 3 corresponde a movimentação de poucos milímetros numa fratura de 300 m de comprimento que pode estar a alguns km de profundidade. A movimentação nessas fraturas se dá devido às pressões geológicas a que a crosta terrestre está submetida”, explica o Centro de Sismologia. A USP ressalta, ainda, que tremores de magnitudes abaixo de 4 raramente provocam algum dano e não são motivo para preocupação.

Após contato com a USP, a Prefeitura Municipal de Divinópolis divulgou que a orientação é para que quem tenha sentido o abalo sísmico acesse o  link, entre no “Sentiu Ai” e informe sobre o ocorrido para auxiliar os estudiosos a descobrirem as possíveis causas dos tremores sentidos na cidade.

 

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que os poderosos querem que publique? 

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias