Quarta, 25 de Maio de 2022
12°

Poucas nuvens

São João del Rei - MG

Geral Fotografia

Viralizou: Foto de mulher resgatando cão em meio a alagamento em Minas comove redes sociais

O animal, que se chama Fumo, foi resgatado pelos braços da dona Camila Marques enquanto atravessava um alagamento que quase chegava ao peito dela

19/01/2022 às 15h58 Atualizada em 19/01/2022 às 16h04
Por: Adriano Vianini Fonte: O Tempo
Compartilhe:
Foto: Juninho Nogueira / Divulgação
Foto: Juninho Nogueira / Divulgação

Um resgate emocionante registrado pelas lentes do fotógrafo Juninho Nogueira de uma mulher carregando o cãozinho em meio a uma enchente em Governador Valadares, no Rio Doce, gerou comoção e ganhou as redes sociais. O animal, que se chama Fumo, foi resgatado pelos braços da dona Camila Marques enquanto atravessava um alagamento que quase chegava ao peito dela. Camila carregava ainda os documentos e celular na boca para que pudesse levar o animal nas mãos. 

"Eu vinha acompanhando as enchentes e no dia desta foto me despertou para ir para essa comunidade no bairro (São Tarcísio). Eu vi várias pessoas retirando seus móveis. Foi quando essa moça me chamou a atenção porque ela já tinha entrado e saído uma vez da casa, mas ela retornou, andando por uns 50 metros com a água nesta altura da foto, e voltou para a residência e depois veio com o cachorro no colo, com celular na boca e documento na sacola. Nessa hora ali eu vi que tinha esperança, ela voltou para pegar seu pet. Então eu parei por um instante e captei a foto", disse o fotografo em entrevista ao jornal O Tempo

A imagem começou a viralizar em Governador Valadares, mas logo começou a circular pelas redes sociais e em noticiários. "Eu não esperava que ela tivesse esse alcance todo e fiquei surpreso. Recebi muitos elogios e também recebi críticas de gente que disse que eu preferi fazer a foto que socorrer a moça, mas analisando o contexto do bairro e ela já tinha  transitado ali, então eu sabia que ela estava segura. Claro que se eu percebesse algum risco, eu entraria na água e a socorreria, mas a gente precisa documentar e mostrar a realidade das pessoas", destaca o fotógrafo. 

A mulher que equilibrou os documentos na boca e se arriscou para resgatar o fiel companheiro é a técnica de enfermagem Camila Marques, de 32 anos. Ela conta que jamais poderia deixá-lo para trás. "Nessa situação eu não poderia deixar ele para trás, ele é meu companheiro. Tenho muito amor por ele, ele faz parte da família, onde eu vou ele vai atrás". 

O pequeno Fumo está com a família há cerca de três anos. Camila conta que não sentiu medo de voltar para casa para pegar o companheiro. "Eu sempre morei ali e sempre enfrentamos essas enchentes. Eu já me acostumei com a questão das águas. Mesmo que eu corri perigo, porque tem lixo no caminho e tem perigo de cair em buraco, mas eu precisava ir lá pegar ele", lembra.

A família já voltou para casa, após a baixa do rio, fez a limpeza da residência e está se restabelecendo. O cachorro também passa bem. A imagem foi feita no último dia 11 deste mês. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias