Google Adsense Topo
Corrida às compras

Moradores do Campo das Vertentes correm aos mercados para estocar alimentos

Mesmo sem casos confirmados de coronavírus, mercados dos municípios de Barbacena, Lavras e São João del-Rei tiveram movimentação intensa na manhã deste sábado (21).

21/03/2020 15h45Atualizado há 2 semanas
Por: Adriano Vianini
112
Moradores do Campo das Vertentes correm aos mercados para estocar alimentos. Foto: Lavras/MG - Mais Vertentes
Moradores do Campo das Vertentes correm aos mercados para estocar alimentos. Foto: Lavras/MG - Mais Vertentes

Os supermercados das principais cidades do Campo das Vertentes (Barbacena, Lavras e São João del-Rei) tiveram uma manhã movimentada neste sábado (21). Muitos cidadãos correram ao mercado para estocar alimentos e produtos de higiene e limpeza após o governo do estado de Minas Gerais decretar calamidade em saúde pública, e muitos municípios tomarem medidas para controle e prevenção do COVID-19.

As pessoas decidiram procurar os supermercados para comprarem alimentos perecíveis e com o temor de haver desabastecimento, paralisação dos caminhoneiros e, até, prorrogação do período de isolamento social.

A Associação Mineira de Supermercados (Amis) já havia alertado aos consumidores que não há necessidade de estocar alimentos em casa em meio à pandemia do novo coronavírus. Conforme o presidente da Instituição, Alexandre Poni, o setor foi surpreendido com a demanda dos últimos dias, e os estoques estão abastecidos. “Não há motivo para pânico”, destaca.

No entanto, apesar das filas enormes nos supermercados, os consumidores do Campo das Vertentes estão se preparando também para alta dos preços em produtos, como por exemplo, o álcool em gel, máscaras e gêneros alimentícios e de limpeza.

A senhora Maria Inês Fuzatto, de 63 anos, fazia compras no Supermercado Bergão, em São João del-Rei, nesta manhã, com a filha e a neta. "Vim para comprar o básico, mas a gente sempre compra coisas além do que precisamos", disse. Ela tinha quatro pacotes de papel higiênico no carrinho e quatro vidros de álcool. Perguntamos o por quê ela não fica em casa e deixa as compras para a filha realizar. "Ela não sabe comprar essas coisas", retrucou. 

Já o barbacenense, Leandro Souza, de 28 anos, e a filha, Raisa, de 11 anos, estavam no Mart Minas. Ele disse que a principal preocupação é com a alta de preços e de faltar produtos. "Não sei quanto tempo esse vírus vai ficar então é melhor se prevenir", disse. Perguntamos o por quê ele não foi ao mercado sozinho para evitar aglomeração, mas ele disse que não sabia que iria encontrar o mercado tão lotado.

Longas filas no Mart Minas Barbacena.
Foto: Mais Vertentes

O lavrense, João Antônio de Jesus, de 56 anos, também foi acompanhado do filho e da nora. "Ouvi dizer que os caminhoneiros vão paralisar", disse. Explicamos se tratar de fake news, porém ele, assim como a maioria das pessoas que estavam por lá, optaram pelo "melhor garantir que remediar", disse.

Por falar em remediar, as farmácias e drogarias das cidades também apresentaram grande fluxo de pessoas nesta semana a procura de Hidroxicloroquina, medicamente que está sendo testado para auxiliar no tratamento do coronavírus. "Parece que todo mundo resolveu estocar remédio nesta semana, disse Cintia Silva, gerente da rede Drogaria São João, de São João del-Rei.

Lembramos que segundo a OMS, ainda não há nenhum medicamento específico para tratar ou prevenir o coronavírus (COVID-19). Algumas pessoas podem precisar da ajuda de aparelhos para respirar. Também  não há evidências científicas que o Hidroxicloroquina possa auxiliar no tratamento. Tratam-se apenas de testes. Além disso, estocar este medicamento pode prejudicar quem, de fato, precisará para tratar outras doenças. Além disso, este medicamento pode gerar outros problemas de saúde sem acompanhamento médico.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São João del Rei - MG
Atualizado às 07h07
11°
Poucas nuvens Máxima: 22° - Mínima: 11°
11°

Sensação

15.4 km/h

Vento

94.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Anúncio
Municípios
Banner Sessão Esportes
Últimas notícias
Banner Sessão Entretenimento
Mais lidas