Segunda, 27 de Junho de 2022
12°

Muitas nuvens

São João del Rei - MG

Nossa Gente Reality Show

São João del-Rei: São-joanense participa de reality show especial para pessoas com Síndrome de Down

Marcos Nascimento participará da 2ª edição do Expedição 21, um reality que desafia pessoas com Down a sobreviver longe da tutela dos responsáveis

16/05/2022 às 15h08 Atualizada em 18/05/2022 às 20h15
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
São-Joanense Marcos Luiz Nascimento Soares, de 26 anos, é um dos 21 participantes da segunda edição do “Expedição 21”. Foto: Divulgação / Expedição 21
São-Joanense Marcos Luiz Nascimento Soares, de 26 anos, é um dos 21 participantes da segunda edição do “Expedição 21”. Foto: Divulgação / Expedição 21

O são-joanense, Marcos Luiz Nascimento Soares, de 26 anos, é um dos 21 participantes da segunda edição do “Expedição 21”, reality show que será realizado entre os dias 25 e 28 de maio, no Rio de Janeiro. Todos os participantes são adultos com Síndrome de Down que terão uma vivência de quatro dias sozinhos em uma mansão na Barra da Tijuca.

Neste reality, os participantes viverão em uma simulação de uma sociedade inclusiva, que aposta, autoriza e foca nas potencialidades dos participantes. Longe dos pais e num ambiente desafiador, os participantes terão provas e dinâmicas que desafiarão suas condições físicas, sensoriais, intelectuais e emocionais.

Participantes da 2ª edição do Expedição 21. Foto: Divulgação

Durante os quatro dias de oficinas, uma equipe de cinegrafistas irá documentar em vídeo as transformações ocorridas entre os  participantes, e acompanhar também a vida dos jovens após a experiência. O objetivo é mostrar o impacto positivo causado na Expedição.

Mais de 500 adultos com síndrome de Down se inscreveram em 2018 para concorrer às 21 vagas, através da gravação de um vídeo. De acordo com Celina de Fátima Nascimento Soares, mãe de Marcos Luiz, a ideia surgiu após assistir uma matéria sobre o reality na televisão. 

A mãe conta que estava assistindo o programa Fantástico, da Rede Globo, quando viu uma reportagem sobre a Expedição 21. “Quando terminou o programa, eles falaram que estavam abertas as inscrições e eu fiz a inscrição do Marcos”, contou Celina.

Um dos requisitos da seleção foi a demonstração de um desejo verdadeiro por estar na casa e originalidade na gravação do vídeo. Em março deste ano, foi realizado no Rio de Janeiro, a seletiva presencial, e Marcos Luiz será o representante de Minas Gerais, ao lado de Luisa Camargo, que é de Belo Horizonte. 

Foto: Divulgação / Expedição 21

Segundo o participante, suas expectativas estão em “aprender  coisas novas para minha vida”. Já para os pais, as expectativas estão concentradas na busca pela independência plena de Marcos. 

“Nós, pais do Marcos, estamos na expectativa de aproveitar o máximo dessa ‘Expedição 21’ para que ele consiga aumentar sua autoestima, a sua vivência e sobrevivência sem muita necessidade da gente ficar o tempo todo junto dele. Que Marcos possa crescer e consiga sobreviver sozinho, melhor do que hoje”, afirmou a mãe do participante.

Os idealizadores do projeto são do Cromossomo 21, é um projeto social orientado a fomentar discussões acerca dos direitos dos indivíduos portadores de Down. A ideia veio da necessidade de transparecer o empoderamento dessas pessoas, mesmo tendo de lidar muitas vezes com preconceitos e desconfiança.

O formato escolhido uniu essa mensagem a um contexto de entretenimento, que também foi distribuído em forma de documentário. As aulas da Expedição 21 são conduzidas pelo Educador Social, Alex Duarte, que trabalha desde os desafios e responsabilidades da iniciação à vida adulta até a tomada de decisão. Além disso, a Expedição recebe a visita de vários mentores que desenvolvem oficinas e dinâmicas em diversas esferas.

Para este ano, estão confirmados o neurocientista Fernando Gomes (que vai trabalhar funções executivas), a especialista em comportamento humano Tânia Zambon (autoestima e reconhecimento) e a fundadora da Educação Especial, Lidieri Barros (comunicação alternativa e sistema monetário). Também haverá uma oficina sobre sexualidade com a terapeuta Nancy Pereira e participação especial da atriz Carla Diaz.

O experimento também vai ser transformado em um DOC série, dirigido por Teresa Lampreia e Bia Oliveira. O roteiro é de Lalo Homirch. A primeira edição virou um documentário, premiado em Hollywood e hoje disponível na Amazon.

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que “eles” querem que você saiba?  

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias