Segunda, 27 de Junho de 2022
12°

Muitas nuvens

São João del Rei - MG

Economia Impacto do frio

Brasil: Geada pode afetar a produção agrícola e alimentos podem perder qualidade e ficar mais caros

Hortaliças, cana-de-açúcar e banana são os cultivos que mais sofrem com geadas por serem sensíveis às temperaturas baixas, segundo pesquisadores

18/05/2022 às 14h00
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Plantação de alface coberta de gelo em 2021. Foto: Reprodução / Débora Carvalho (TV Diário)
Plantação de alface coberta de gelo em 2021. Foto: Reprodução / Débora Carvalho (TV Diário)

A onda de frio que vai atingir grande parte do país até domingo (22) deixa agricultores em alerta, principalmente os que plantam hortaliças, banana e cana-de-açúcar. Se esses alimentos forem afetados, o frio pode resultar em produtos com menos qualidade e ainda mais caros.

Isso porque, em caso de geada, essas culturas costumam ser as mais sensíveis, dizem pesquisadores. Vale lembrar ainda, que alguns legumes, frutas e café, já estão entre os itens que mais subiram de preço nos últimos 12 meses, até abril.

A geada acontece quando é formada uma camada de gelo nas superfícies por conta da intensa redução de temperatura quando a umidade do ar está elevada. E a previsão é de que ela possa ser registrada em vários lugares do Brasil, mas, principalmente no Sul e no Sudeste. 

Todas as regiões brasileiras produzem hortaliças folhosas. Entretanto, as regiões Sudeste e Sul concentram a maior parte da produção. No sul de Minas Gerais, por exemplo, que é um grande produtor de café e batata, as geadas podem prejudicar, também, o desenvolvimento da horticultura.

Consequências do frio

Na maioria das áreas da região Centro-Sul de Minas Gerais, as temperaturas caíram nesta quarta-feira (18), mas ainda não no ponto em que geadas severas podem se formar sobre as plantações, informaram meteorologistas. Porém, os especialistas ainda pontuam que há uma chance de o atual cenário de massa de ar polar trazer geadas esta semana.

"Hortaliças como a batata, a alface e o tomate não são nada resistentes ao fenômeno. Se os cultivos forem destruídos, terá grande impacto", afirma o pesquisador de hortaliças do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), João Paulo Bernardes Deleo.

"Com a geada, sempre haverá a perda do limbo foliar [parte principal] e, consequentemente, afetará a planta. Claro que as hortaliças folhosas, por a folha ser justamente o produto comercial, são as mais afetadas", complementa o chefe do setor da economia da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp),Thiago de Oliveira.

Com informações: G1

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que “eles” querem que você saiba?  

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias