Segunda, 27 de Junho de 2022
12°

Muitas nuvens

São João del Rei - MG

Polícia Tráfico de Drogas

Minas Gerais: Casal usava perfil da rede social para turbinar venda de cogumelos alucinógenos

Polícia Civil detalhou investigação que terminou com dois presos em Contagem, na Grande BH

25/05/2022 às 15h06
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Foto: Reprodução / Redes Sociais
Foto: Reprodução / Redes Sociais

Casal foi preso nesta terça-feira (24) por vender cogumelos alucinógenos, drogas sintéticas e outros entorpecentes. A dupla usava perfil em uma rede social para divulgar os produtos ilícitos, atrair clientes e turbinar as vendas. O caso foi detalhado durante entrevista coletiva concedida pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (25). O jovem, de 24 anos, e a companheira dele, de 26, foram presos em Contagem, na Grande BH e cultivavam 32 tipos de cogumelos, aponta investigação da Polícia Civil

O perfil na rede social, que tinha quase 1,7 mil seguidores, foi acompanhado pelos policiais durante a investigação, que durou um mês. "Foi constatado o uso de rede social para promoção da venda desses cogumelos. A primeira postagem foi identificada em novembro de 2020", disse o delegado Thiago Machado, responsável pelo caso. 

Machado destacou ainda que não há como alegar que os cogumelos eram comestíveis. Além disso, na residência do casal a polícia encontrou  um  laboratório para cultivo de 32 tipos diferentes de cogumelos. Ao todo, foram encontrados 120 quilos. Cada grama era vendida por R$ 20.  

Os suspeitos usavam lâmpadas específicas, estufa, geladeira, secadora e outros equipamentos que garantiam o cultivo. 

“Esses cogumelos são substâncias alucinógenas, devido à presença de uma substância chamada de psilocibina, que é, assim como a cocaína, de uso proscrito. Conforme portaria da Anvisa, se trata de substância não permitida para comércio e uso e, portanto, ensejando na ocorrência de crime de tráfico de droga", disse o delegado, que alerta que os alucinógenos agem no sistema nervoso central e podem causar náuseas, falta de percepção e problemas na visão. 

A mulher nega relação com tráfico de drogas. Já o companheiro disse à polícia que estuda sobre cogumelos há cinco anos, começou a cultivar para consumo próprio e passou a vender para terceiros posteriormente, em razão de dificuldades financeiras. 

Tráfico  

O casal foi autuado por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A operação foi coordenada pelo Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc).

Com informações: Itatiaia

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que “eles” querem que você saiba?  

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias