Segunda, 27 de Junho de 2022
12°

Muitas nuvens

São João del Rei - MG

Política Eleições 2022

Minas Gerais: De olho no palanque, Bolsonaro é disputado por Zema e Carlos Viana em visita ao estado

O senador e o governador são pré-candidatos ao governo do estado. Ambos dividem a atenção do presidente, que ainda não divulgou seu apoio em Minas Gerais

26/05/2022 às 14h12
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Imagem meramente ilustrativa. Foto: Internet / Reprodução
Imagem meramente ilustrativa. Foto: Internet / Reprodução

Nesta quinta-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro (PL) terá agendas diferentes com pré-candidatos ao governo de Minas Gerais que estão no seu radar para as eleições de 2022. Ele estará com o senador Carlos Viana (PL) e também com o governador Romeu Zema (Novo).

Presidente Jair Bolsonaro e o senador, Carlos Viana. Foto: Internet / Reprodução

Primeiro, ele seguirá com o senador para Coronel Fabriciano, no Vale do Aço. Lá, os dois vão participar de evento do programa Casa Verde e Amarela. Viana saiu do MDB para o partido de Bolsonaro, com o objetivo de garantir apoio para sua pré-candidatura. Ele até chegou a ser sondado para a assumir a liderança do governo no Senado, o que não se concretizou. De acordo com sua assessoria de imprensa, o senador vai viajar no avião presidencial ao lado de Bolsonaro. 

Já de volta à capital, Bolsonaro seguirá para a posse do presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, que está no seu segundo mandato. O presidente da Fiemg também é aliado do governador Romeu Zema (Novo) que é pré-candidato à reeleição e estará presente na cerimônia de posse, prevista para a noite desta quinta-feira, no Minascentro, em Belo Horizonte.

Governador Romeu Zema e o Presidente Jair Bolsonaro. Foto: Internet / Reprodução

Ao contrário das eleições de 2018, Zema ainda não divulgou publicamente que quer o apoio de Bolsonaro, até porque já declarou que está com Felipe D’Ávila (Novo), pré-candidato à presidência. Porém, ele se tornou um importante aliado de Bolsonaro nos últimos quatro anos, sendo até um dos poucos governadores a não criticá-lo sobre as ações contra a pandemia no Brasil.

A presença de Zema e de Bolsonaro em um mesmo evento, com as bênçãos de Roscoe, é vista pelos apoiadores como um importante sinal de aproximação. O senador Carlos Viana não foi convidado para este evento.

Com informações: G1

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que “eles” querem que você saiba?  

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias