Segunda, 27 de Junho de 2022
10°

Muitas nuvens

São João del Rei - MG

Meio Ambiente Coleta Seletiva

São João del-Rei: Por descaso, prefeitura perde verba estadual de investimento em coleta seletiva

Professor Leonardo (PSDB) denuncia desinteresse da prefeitura e perda de verba para gestão adequada de resíduos sólidos urbanos

08/06/2022 às 14h25 Atualizada em 08/06/2022 às 19h53
Por: João P. Sacramento
Compartilhe:
Imagem ilustrativa. Foto: Internet / Reprodução
Imagem ilustrativa. Foto: Internet / Reprodução

A Prefeitura de São João del-Rei perdeu a verba do edital da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) para implantação ou ampliação de coleta seletiva no município. O vereador Professor Leonardo (PSDB) denunciou o descaso da gestão municipal, nesta terça-feira (07), após reunião com o Consórcio Intermunicipal de Gestão e Desenvolvimento Ambiental Sustentável das Vertentes (Cigedas).

Em maio deste ano, o Cigedas, que conta com quase 20 cidades do Campo das Vertentes, entre elas São João del-Rei, foi selecionado no edital que, de acordo com a Subsecretaria de Gestão Ambiental e Saneamento (Suges), visa estimular e fortalecer a coleta seletiva em Minas Gerais, fundamental para a gestão adequada de resíduos sólidos urbanos.

“Quando foi divulgado que o Cigedas foi selecionado no edital do estado de Minas Gerais para implantação ou ampliação de programas de coleta seletiva, houve grande expectativa a respeito de como São João del-Rei seria beneficiada”, afirmou o Professor Leonardo.

Porém, segundo denúncia do vereador Professor Leonardo, São João del-Rei está entre os oito municípios participantes que não receberão parte da verba destinada pelo governo estadual. A informação foi confirmada em uma reunião do vereador com a secretária do Cigedas e a coordenadora da ONG SJDR Lixo Zero, Monique Silva.

Segundo o vereador, São João del-Rei perdeu a verba da coleta seletiva por um desinteresse da Prefeitura. “Ao questionar o motivo, a secretária explicou que era requisito para participação no edital que São João del-Rei encaminhasse uma declaração assinada pelo Prefeito comunicando o encerramento do lixão da cidade, o que, infelizmente, não foi feito”, contou.

Em suas redes sociais, o vereador explicou que, de acordo com o novo marco do saneamento básico aprovado pelo Congresso em 2020, cidades com até 100 mil habitantes, como é o caso de São João del-Rei, devem acabar com os lixões até agosto de 2023. “Pelo visto, essa não é uma prioridade para a nossa gestão municipal”, concluiu Professor Leonardo.

“A coleta seletiva é etapa fundamental na gestão dos resíduos sólidos urbanos. Com essa seleção, o Governo de Minas fortalece os projetos das cidades contempladas, trazendo melhorias na qualidade de vida da população, por meio do cumprimento das determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos”, enfatizou o subsecretário do Suges, Rodrigo Franco.

O Mais Vertentes não conseguiu falar com a Prefeitura de São João del-Rei.

Faça parte e ajude o Mais Vertentes

Precisamos de você para seguirmos independentes, investigativos e fortes. Ajude-nos com o jornalismo que nasceu para cutucar e mudar. Ou vai continuar lendo só o que “eles” querem que você saiba?  

Ajude aqui o Mais Vertentes!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias