Quinta, 04 de Junho de 2020 11:57
32 999532355
Geral Respiradores

Empresa mineira Tacom, apoiada pela Fiemg, desenvolveu respiradores 90% mais baratos

Representantes da empresa, da Fiemg e deputado federal vão a Brasília tentar conseguir aprovação para respiradores na rede pública de saúde.

08/05/2020 19h15
151
Por: Adriano Vianini
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Por Sebastião Filho
 
O deputado federal Lafayette de Andrada (Republicanos-MG) acompanhou em Brasília, nesta semana, o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) Flávio Roscoe, um dos sócios da empresa Tacom, Marco Antônio Tonussi, e outros representantes, em reunião na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para conseguir aprovação para distribuir respiradores na rede pública de saúde. O diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, e a diretoria do órgão receberam a comitiva.
 
O projeto vem recebendo o apoio do deputado Lafayette Andrada desde seu início. Entusiasta com a questão, Lafayette vem dando apoio ao grupo e está fazendo a ponte com a Anvisa no sentido de agilizar os trâmites burocráticos para obter a necessária homologação do aparelho. A Tacom está desenvolvendo os respiradores com custo até 90% inferior ao cobrado no exteriore tem capacidade de desenvolver cerca de 100 itens por dia. O equipamento, com tecnologia diferenciada, permite que médicos consigam monitorar ao mesmo tempo 25 pacientes nos leitos.
 
“A tecnologia que a empresa propõe é inovadora e vai ajudar muito o Brasil nesse momento. Estivemos reunidos com a diretoria da Anvisa para acelerar a liberação do respirador e acreditamos que, rapidamente, a entidade homologará a autorização para que os respiradores sejam produzidos e liberados para os hospitais”, esclareceu Lafayette.
 
No combate à pandemia do Coronavírus, os respiradores têm sido essenciais. No entanto, há falta do equipamento. A Tacom conseguiu desenvolver um respirador com custo de R$ 15 mil, ante os US$ 30 mil cobrados hoje pelo mercado internacional – que ainda não consegue atender a alta demanda mundial após a explosão do número de casos. O equipamento só foi criado devido a um projeto com investimentos de um fundo criado pela Fiemg para ações de combate à covid-19.
 
A empresa terá capacidade inicial de produzir até cem respiradores por dia – os insumos para a entrega dos 2.500 primeiros equipamentos já foram adquiridos. Até o final de maio, a expectativa é entregar mil unidades para a rede pública de saúde. Cada ventilador pulmonar pode salvar cinco pessoas, conforme dados fornecidos pela Tacom.

De acordo com o presidente da Fiemg devem ser entregues, ao todo, cinco mil ventiladores em 45 dias para o governo de Minas Gerais, através desta e de outras ações.
 
Tecnologia
Entre os diferenciais do respirador mineiro, que terá a produção final em Itajubá, no Sul de Minas, está o mecanismo que descontamina o ar expirado pelo paciente com o coronavírus. Com isso, as chances de infectar os profissionais de saúde no ambiente hospitalar é reduzida. Além disso, a tecnologia do ventilador permite que os médicos e outros profissionais consigam monitorar até 25 leitos de pacientes com a doença ao mesmo tempo.
Por meio de investimentos de quase R$ 120 milhões desde o início da pandemia com recursos próprios e das indústrias associadas, a Fiemg tem apoiado diversas outras iniciativas em Minas Gerais.
 
Anúncio
São João del Rei - MG
Atualizado às 11h54 - Fonte: Climatempo
21°
Muitas nuvens

Mín. 14° Máx. 22°

21° Sensação
17.1 km/h Vento
63.5% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (05/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 22°

Sol com algumas nuvens
Sábado (06/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 24°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias